Hospital de Manaus empilha corpos de vítimas da covid-19 em contêiner

coronavírus
17.04.2020, 11:59:58
Atualizado: 17.04.2020, 12:04:10
(Foto: Reprodução)

Hospital de Manaus empilha corpos de vítimas da covid-19 em contêiner

Antes, com necrotério lotado, centro médico deixava cadáveres ao lado de pacientes em tratamento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um hospital de Manaus precisou instalar um contêiner de frigorífico, na madrugada desta sexta-feira (17), para armazenar os corpos das vítimas do novo coronavírus. Antes, com o necrotério lotado, os cadáveres eram deixados ao lado de pacientes vivos. As informações são do G1. 

O Governo do Amazonas diz que a câmara vai acondicionar corpos de mortos por Covid-19 no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, que tem sofrido com a falta de espaço. O estado tem, até esta quinta-feira (16), 1.719 casos do novo coronavírus - e 124 pessoas já morreram.

O João Lúcio não é o primeiro hospital a receber a instalação de câmara frigorífica. O Hospital Delphina Aziz, centro de referência para tratamento do coronavírus em Manaus, instalou uma câmara no seu estacionamento no início do mês. À época, o Amazonas ainda tinha 12 mortes confirmadas.

Ainda na manhã desta sexta-feira (17), uma equipe da Marinha realizoua descontaminação de áreas 'críticas' do hospital. Segundo o órgão militar, a mão de obra foi requisitada por meio de ofício do próprio hospital, que forneceu o material necessário para a limpeza.

A instalação da câmara, que vai "desafogar" a superlotação do necrotério do João Lúcio, aconteceu após viralizar um vídeo que mostra corpos em saco plásticos deixados em leitos ao lado de pacientes em tratamento. Os mortos estavam com suspeita de Covid-19. O motivo dos corpos estarem no mesmo ambiente que outros pacientes não foi divulgado pela unidade de saúde, ou pela secretaria.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas