Hospital realiza atendimento especializado para tuberculose e curso de capacitação

salvador
01.04.2022, 11:44:00
(Foto: Divulgação)

Hospital realiza atendimento especializado para tuberculose e curso de capacitação

Na ação realizada pelo Hospital Riverside, pacientes e acompanhantes receberam um material gráfico com o passo a passo para identificação da doença

Tosse por mais de três semanas, febre baixa, sudorese, emagrecimento e fadiga. Esses são os principais sintomas da tuberculose, doença causada pelo bacilo de Koch e transmitida pelo ar que matou mais de mil baianos no período entre 2019 a 2021. Na semana de combate doença, o Hospital Riverside, em Lauro de Freitas, montou um fluxo de atendimento especializado, além de treinamentos para colaboradores com intuito de esclarecer as principais dúvidas sobre a tuberculose. 

A unidade estadual administrada pela Fundação Fabamed possui três casos diagnosticados - sendo dois pacientes em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) - e outros três em fase de investigação. "Como tivemos um aumento expressivo de casos suspeitos, muitos deles sendo confirmados, aproveitamos a semana de combate à tuberculose para fazer esse reforço na informação de o que é a doença e como é feito o tratamento e decidimos criar um fluxo de atendimento direcionado para esses pacientes. Além disso, realizamos um treinamento voltado para as equipes assistenciais sobre o processo, os sinais e sintomas, exame diagnóstico, medidas de precaução", explica a enfermeira do núcleo de Controle de Infecção Hospitalar, Daniele Nascimento. 

O Brasil está entre os 30 países com altos índices de tuberculose, e a Bahia é o sexto estado do País em número de casos. A doença afeta principalmente a população mais vulnerável, englobando pessoas de 14 a 54 anos, negros, residentes nas regiões mais pobres do estado, pessoas vivendo com HIV, população privada de liberdade, profissionais de saúde, população em situação de rua e indígenas.

Os colaboradores também passaram por um treinamentos para esclarecer as principais dúvidas sobre a tuberculose (Foto: Divulgação)

Combate à desinformação 
Na ação realizada pelo Hospital Riverside, os pacientes e acompanhantes também receberam um material gráfico com o passo a passo para identificação da doença, além de informações sobre os principais cuidados para evitar a disseminação do vírus. "A equipe passou nos leitos dos casos suspeitos e confirmados dando orientações sobre medidas de precaução e ressaltando a importância do tratamento completo para vencer a doença", completa Nascimento.

Tratamento e prevenção
O tratamento da tuberculose é feito através de medicamentos específicos e dura, em média, seis meses. Todos os remédios para o combate à doença são gratuitos e disponibilizados no Sistema Único de Saúde (SUS), estando disponíveis no Hospital Riverside. É importante destacar ainda que tratamento precisa ser feito de maneira correta e adequada para que tenha efetividade e cure o paciente.

Coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Secretaria da Saúde da Bahia, Vânia Rebouças destaca que a vacinação continua sendo o método mais eficaz de prevenção à doença. No último ano, a BCG, que protege contra a tuberculose, registrou uma diminuição na adesão de 47%. O imunizante de dose única é recomendado do período da primeira infância, até os cinco anos idade. "A vacina é extremamente importante e é um recurso que temos em mãos", afirma.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas