I Fórum ESG Salvador terá emissões de CO2 neutralizadas

estúdio correio
03.05.2022, 06:00:00
BATTRE realizou a neutralização de carbono da Climate Week, em 2019, em Salvador (Foto: Divulgação/Grupo Solví)

I Fórum ESG Salvador terá emissões de CO2 neutralizadas

Carbono emitido durante o evento será 100% contabilizado e neutralizado

As emissões de dióxido de carbono (CO2) geradas durante o I Fórum ESG Salvador, evento que será realizado no dia 12 de maio pelo Jornal CORREIO e o portal Alô Alô Bahia, no Porto Salvador (Comércio), serão neutralizadas por meio de um projeto da BATTRE e do Aterro Metropolitano Centro.

A neutralização de carbono é uma forma voluntária de combater as emissões dos gases de efeito estufa (como o CO2), que de acordo com os cientistas do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU (IPCC) são os principais responsáveis pelo aquecimento global.

Funcionará assim: os participantes do I Fórum ESG Salvador receberão um questionário no ato da inscrição, onde responderão a perguntas específicas com levantamentos prévios de dados do evento. Essas informações serão encaminhadas pela organização para a BATTRE, que realizará uma auditoria e, posteriormente, a neutralização das emissões de carbono.

Créditos de carbono

“A BATTRE tem um projeto de redução de emissão de gases de efeito estufa registrado na ONU desde 2005, através do tratamento e valorização do biogás gerado no Aterro Metropolitano Centro (Salvador)”

Ângelo Castro, diretor regional do Grupo Solví

De acordo com o executivo, uma vez que as emissões de CO2 dos participantes sejam estimadas, a auditoria de certificação irá utilizar parte dos créditos de carbono do projeto da BATTRE, possibilitando a neutralização do gás de efeito estufa proveniente das atividades do evento.

Árvores x CO2
Um exemplo nesse sentido foi a neutralização das emissões de CO2 da Climate Week (Semana do Clima), realizada pela ONU, em Salvador, há cerca de três anos. Na ocasião, o Grupo Solví certificou 764.657 créditos referentes ao tratamento de biogás, além de ter promovido o plantio simbólico de 470 mudas nativas de Mata Atlântica.

O plantio de árvores costuma ser a forma mais comum de neutralizar o CO2. Além do sequestro de carbono em si, a conservação de florestas e o reflorestamento agregam diversos outros benefícios para o solo, a água e a biodiversidade como um todo. Ao pensar nisso, a BATTRE disponibilizará um stand no I Fórum ESG Salvador voltado à distribuição de mudas aos participantes.

Você sabia?
Operando o Aterro Metropolitano Centro (AMC), a BATTRE já mitigou mais de 8 milhões de toneladas de CO2 certificadas pela ONU, o que pode ser comparado a emissão de gás carbônico de 2 milhões de automóveis populares a gasolina rodando por um mês.

Relevância do ESG
Na avaliação de Ângelo Castro, o alinhamento aos requisitos de ESG (Ambiental, Social e Governança, traduzido do inglês) prevê que as organizações não apenas evitem, mas que contribuam para o combate à deterioração do meio ambiente e o esgotamento de recursos naturais. “E que contemplem uma visão abrangente sobre diversidade, inclusão social e proteção ao consumidor em suas atividades e posicionamento no mercado”, completa.

Para o diretor regional do Grupo Solví, o ESG é um tema de extrema relevância para toda a sociedade e gerações futuras. “A expectativa é que o Fórum dissemine o conhecimento e, mais do que isso, sensibilize e consolide as práticas ESG nas organizações e toda cadeia produtiva".

As inscrições para o I Fórum ESG Salvador devem sem feitas gratuitamente através do bit.ly/ForumESGSalvador.

O I Fórum ESG Salvador é um projeto realizado pelo Jornal Correio e Alô Alô Bahia com o patrocínio da Acelen, Unipar, Yamana Gold, Bracell, BAMIN, Socializa e Suzano, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador, apoio da Battre, Termoverde, Terra Forte, Hela, Retec, Ciclick e Larco e parceria de Vini Figueira Gastronomia, Fernanda Brinço Produção e Decoração, Uranus2 e TD Produções.


O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.


***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas