Idoso morre após cair em obra de encosta da Conder na porta de casa

salvador
25.05.2021, 10:34:00
(Foto: Paula Froes/CORREIO)

Idoso morre após cair em obra de encosta da Conder na porta de casa

Vítima se desequilibrou em uma rampa improvisada de madeira e caiu de uma altura de 6 metros

O vendedor de frutas João Batista, 64 anos, morreu na noite de segunda-feira (24) após despencar de uma altura de mais seis metros em uma encosta na porta de casa. O idoso, que trabalhava comercializando frutas na feira da Calçada, finalizava o percurso diário para casa, que é cheio de batentes, buracos e elevações na Rua Barão, na localidade conhecida como Vila da Barra, quando se desequilibrou em uma rampa improvisada de madeira que substitui provisoriamente uma estrutura que está sendo reformada pelo Governo do Estado há seis anos.

"Eu estava do outro lado e ele vindo, normalmente, quando ficou preso na madeira que tem naquela rampa. No que o pé prendeu, ele se desequilibrou e caiu para trás. Ainda tentou segurar no armengue que colocaram como proteção, mas a madeira é fraca e não aguentou", narra Jorge Santos, 45 anos, estofador que é vizinho da vítima.

De acordo com moradores, a reforma teria se iniciado com a previsão de conclusão em três anos e estava parada até agora, deixando um caminho que serve de alternativa para mais de 300 pessoas que passam por ali rumo ao bairro da Liberdade para evitar a fila do Plano Inclinado, que segundo  Danilo da Cruz, 35, que é líder comunitário da Rua Barão, atrasa muito os moradores da região e chega a ficar enorme regularmente quando o equipamento está paralisado.

O sepultamento do idoso será nesta quarta (25), às 10h, em Pirajá.


Foto: Paula Froes/CORREIO

Em nota, a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) informou que está apurando o incidente nas imediações de uma obra de contenção de encosta que é realizada entre a Calçada e a Liberdade, pela Metro Engenharia, empresa contratada da companhia. 

"A Conder acrescenta também que aguarda pareceres técnicos de engenheiros e peritos para adotar possíveis providências. Vale ressaltar que, em suas obras, a Conder adota todas as normas para garantir a segurança de operários e pessoas que tenham que circular nas imediações. 

Ainda em nota, a Conder informou que as circunstâncias e as causas do incidente ainda não foram identificadas. "Logo que forem apuradas, as informações detalhadas serão divulgadas pela Conder, que preza pela transparência em suas ações.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas