Influencer e cão estavam a 2 dias do destino quando morreram

brasil
25.05.2022, 09:58:28
(Reprodução/Instagram )

Influencer e cão estavam a 2 dias do destino quando morreram

Jesse e Shurastey iriam até Alaska

Jesse Koz, de 29 anos, e o cachorro Shurastey estavam a dois dias do destino final daquela viagem, o Alasca, quando morreram em um acidente em Oregon, nos Estados Unidos. Jesse viajava pelos países da América no fusca de 1978, apelidado de Dodongo, e o cachorro, Shurastey, um golden retriever. As expectativas para o resto do itinerário foram publicadas por ele em suas redes soiais, utilizadas como diário. 

No sábado (21), Jesse contou aos seguidores que estava na cidade de Grants Pass, se preparando para entrar no Canadá e partir rumo ao Alasca. A cidade fica a cerca de 41 horas do destino final. 

A viagem fazia parte de um projeto, chamado “Shurastey or Shuraigow?”, uma adaptação inspirada na música “Should I Stay or Should I Go” (traduzido do inglês Devo Ficar ou Devo Ir), sucesso da banda The Clash.

"Agora deixa eu preparar meu café da manhã, desarmar a barraca pra gente poder seguir viagem!", escreveu.

O acidente foi testemunhado por um casal de amigos do influencer. "Sofremos um acidente muito feio na estrada ontem. Fizemos tudo que estava ao nosso alcance para salvar o Jesse e o Shurastey, mas infelizmente eles faleceram no local", escreveram Diego Strutz e Roana Petri Celeste.

Após o acidente, o perfil do projeto no Instagram praticamente dobrou a quantidade de seguidores. Saindo de 400 mil para 824 mil nesta quarta-feira (25). 

Viagens 
No final de 2018, o influencer passou pela Bahia. Ele visitou locais como Porto Seguro, Itacaré e Arraial d´Ajuda até finalmente estacionar em Salvador, onde ficou no apartamento de um seguidor que também tem um golden.  “Estamos encantados com a cidade”, disse Jesse na ocasião ao colunista Alexandre Lyrio. Na capital, ele conheceu alguns pontos turísticos como o Farol da Barra, o Pelourinho e o Elevador Lacerda, sempre com o amigão do lado.

O curitibano Jesse era vendedor em uma loja de roubas de shopping quando resolveu largar tudo e seguir o sonho de conhecer o mundo. Ele vendeu a moto, comprou o Fusca antigo e caiu na estrada ao lado de Shurastey. 

"Eu não tava mais feliz com o que eu tava fazendo. Até ganhava um salário bom, sempre fui bom vendedor. Mas, eu queria mais para minha vida”, explica. Uma semana antes de cair no mundo, Jesse avisou à família e fez um pré-roteiro básico. Pronto. Saiu de Balneário Camboriú no dia 6 de maio de 2017. 

Na época, ele contou que viajar com o cachorro era tranquilo.  “Paramos a cada duas, três horas. Ele desce, faz o que tem que fazer e segue viagem. A maior parte do tempo vai dormindo. Não fala, não reclama. Um cachorro é o melhor companheiro de viagem que se pode ter”. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas