Inteligência Artificial agiliza atendimento médico e pode salvar vidas

agenda bahia
27.10.2018, 04:58:00
Sistemas dotados de IA ajudam a medicina a ganhar tempo (Divulgação)

Inteligência Artificial agiliza atendimento médico e pode salvar vidas

Sistemas sofisticados conseguem até prever infartos

Quando o Projeto Genoma Humano reuniu cientistas de diversos países para mapear o código genético, em 1990, o objetivo era ganhar tempo. Com os caminhos do DNA desvendados, ficaria mais fácil descobrir doenças antes mesmo do nascimento. Quase três décadas depois, a análise genética, que já não é mais uma novidade cientifica, ganha o reforço da Inteligência Artificial.

Recentemente, a Adaptive Biotechologies Corporation, entidade norte-americana que desenvolve pesquisa sobre doenças infecciosas, autoimunidade e câncer, iniciou um estudo para criar exames de sangue mais precisos, que por meio da IA, possam mapear as doenças e infecções que as pessoas tiveram ao longo da vida, prevendo a possibilidade de recaídas ou o surgimento de doenças associadas.

O advento das máquinas, programas e aplicativos inteligentes também significa a agilidade no atendimento que pode salvar vidas. Em Nova Orleans (EUA), o  Ochsner Medical Center começou a testar um sistema de Inteligência Artificial capaz de prever a propensão de pacientes graves internados na unidade de terem uma parada cardíaca.

O sistema dispara alertas para as equipes médicas com até quatro horas de antecedência. Para isso, utiliza uma ferramenta de análise de dados a partir dos prontuários dos pacientes.

As previsões do uso de IA na medicina são ainda mais positivas e existem pesquisas testando o uso de dados para mapear com antecedência os riscos de alguém desenvolver certos tipos de câncer, como o de pâncreas, a partir dos dados de busca anônima em sites de saúde na internet. 

A inteligência artificial funciona ainda economizando o tempo dos médicos com a parte burocrática da medicina, para que eles possam se dedicar mais ao contato com os pacientes. 

Um estudo publicado no ano passado no Annals of Internal Medicine, mostra que os médicos gastam até 49% do seu tempo de trabalho analisando exames e atualizando registros, contra 27% de tempo gasto com os doentes em atendimento. A partir das ferramentas de IA, essa equação se inverte e o atendimento, inclusive, ganha humanização.

Futuro Melhor

Em entrevista ao CORREIO (leia aqui), Frank Tyneski, presidente da RKS Design, empresa de inovação que atende desde startups até multinacionais, falou da missão de sua companhia em ajudar empresas globais focadas em criar um futuro melhor para as pessoas e o planeta. Entre as empresas atendidas pela equipe multidisciplinar comandada pelo designer mundialmente premiado, estão desde aquelas voltadas para a sustentabilidade, até as que têm projetos de equipamentos médicos e científicos que aumentam o tempo de vida humano com qualidade.

Tyneski será o conferencista na abertura do Seminário Humanize[se], último evento do Fórum Agenda Bahia 2018, que discute justamente o advento das tecnologias digitais e da inteligência artificial. Em um mundo cada vez mais dominado por máquinas pensantes cada dia mais sofisticadas, o fórum, este ano, aborda justamente as formas possíveis para que humanos e robôs caminhem juntos pelo máximo de tempo possível.

O Fórum Agenda Bahia 2018 é uma realização do jornal CORREIO, com patrocínio da Braskem, Sotero Ambiental e Oi, apoio institucional da Prefeitura de Salvador, Consulado Americano, Federação das Indústrias da Bahia (Fieb) e Rede Bahia; e apoio do Sebrae e da VINCI Airports.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas