'Invadida', diz Marina Ruy Barbosa sobre fotos tiradas por baixo da saia

brasil
22.04.2014, 14:57:00
Atualizado: 22.04.2014, 15:22:01

'Invadida', diz Marina Ruy Barbosa sobre fotos tiradas por baixo da saia

Um rapaz se aproximou da atriz enquanto ela dava entrevista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A atriz Marina Ruy Barbosa falou sobre a situação delicada que passou no último fim de semana. Um rapaz se aproximou da moça enquanto ela dava entrevista e fez algumas fotos com o celular por baixo da saia de Marina. As imagens já circulam pela web. 

"É uma situação muito chata as fotos terem se espalhado. Isso serve de aviso para muitas meninas que estão distraídas e isso acontece. Fico tranquila porque estava na minha, trabalhando, dando uma entrevista, e esse louco fez isso. É horrível. Eu me senti invadida, é como se você perdesse o controle de tudo. Agora, prestarei mais atenção", afirmou a atriz à colunista Patricia Kogut, do jornal O Globo. O caso ocorreu durante o lançamento de um celular no domingo (13), em São Paulo.

"Eu sempre uso um shortinho mais comprido por baixo da saia, mas aquele dia foi corrido, fiz uma viagem bate-e-volta, me troquei no carro. Estou decidindo com os advogados se vale a pena gastar energia para tomar alguma medida para tirar as fotos de circulação", completou. 

Atriz ainda está decidindo qual atitude irá tomar (Foto: Reprodução)

A prática de fotografar por baixo da saia das mulheres tem se tornado frequente e algumas pessoas no Brasil já foram detidas. Este tipo de assédio é considerado crime de importunação ofensiva ao pudor.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas