Invicto há 13 jogos em Pituaçu, Bahia recebe o Botafogo-PB

e.c. bahia
03.05.2018, 05:22:00
Ausentes no jogo de ida, Nino e Léo voltam ao time do Bahia (Felipe Oliveira/ EC Bahia)

Invicto há 13 jogos em Pituaçu, Bahia recebe o Botafogo-PB

Jogo é válido pelas quartas de final da Copa do Nordeste

O Bahia pode dizer que tem duas casas em Salvador. A Arena Fonte Nova tem sido o lar mais habitual nos últimos cinco anos, mas Pituaçu volta e meia aparece no caminho do tricolor para levantar o moral da sua torcida.

E quando se fala de levantar o moral, não é pouco. Além das boas lembranças vividas ali – como o retorno à Série A em 2010 e o título baiano de 2012 –, Pituaçu traz invencibilidade à equipe.

Nesta quinta-feira (3), às 21h45, o Bahia colocará em jogo essa invencibilidade, que já dura três anos. Será contra o Botafogo-PB, pela partida de volta das quartas de final da Copa do Nordeste.

Na realidade, por conta do bom resultado em João Pessoa, quando venceu por 2x1, o tricolor pode até perder por 1x0 que mesmo assim avança para as semifinais por conta dos gols fora de casa.

A última vez em que o tricolor perdeu em Pituaçu foi como visitante, no dia 22 de fevereiro de 2015. O Esquadrão foi derrotado pelo Jacuipense, por 2x1, pela primeira fase do Campeonato Baiano.

De lá para cá, foram 13 jogos realizados no local, com 11 triunfos e dois empates. Foram 35 gols marcados e apenas cinco sofridos. O lado ruim é que os dois empates foram justamente os dois últimos jogos do tricolor por lá: Bahia 0x0 Flu de Feira em janeiro deste ano, pelo estadual, e Bahia 1x1 Avaí em julho de 2017 pela Série A.

Por isso dá para dizer também que o tricolor não ganha em Pituaçu há dois anos. O último triunfo foi contra o Flu de Feira, por 2x0, em 9 de abril de 2016, pelo Baianão.

Como mandante, a invencibilidade do Bahia no estádio é muito maior. A última derrota foi para o ABC, por 3x0, em fevereiro de 2013. Ou seja, há mais de cinco anos e antes da inauguração da arena. A partida aconteceu justamente pelo Nordestão. De lá para cá, foram também 13 jogos, mas com nove triunfos. Foram 27 gols marcados e quatro sofridos.

Além do reencontro com Pituaçu, o preço dos ingressos também pode motivar o torcedor a assistir à partida: R$ 30 / R$ 15 (meia) a arquibancada e R$ 50 / R$ 25 (meia) a cadeira. Segundo o Bahia, a partida será em Pituaçu porque a Arena Fonte Nova estará ocupada com um evento.

Desfalques e escalação
O Bahia não terá os zagueiros Rodrigo Becão, Douglas Grolli, que se recuperam de lesão, além do atacante Marco Antônio, com um problema num tornozelo.

Por causa da vantagem obtida no jogo de ida, a comissão técnica decidiu poupar o volante Elton e o atacante Edigar Junio. Com isso, Edson e Júnior Brumado devem receber uma chance. A boa notícia, por outro lado, ficou pelo retorno do zagueiro Tiago, que se recuperou de dor numa coxa e foi relacionado.

O provável time tem Douglas, Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Edson, Zé Rafael, Vinícius e Élber; Júnior Brumado. O técnico Guto Ferreira viajou a Piracicaba (SP) para acompanhar o enterro da mãe e não tem participação garantida à beira do campo. O auxiliar Alexandre Faganello está de sobreaviso.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas