Irã convida EUA a participar de investigações sobre queda de avião ucraniano

mundo
10.01.2020, 07:44:28
Atualizado: 10.01.2020, 07:49:23
(AFP)

Irã convida EUA a participar de investigações sobre queda de avião ucraniano

NTSB afirmou que "avaliaria seu nível de participação na investigação"

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Irã convidou o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes dos Estados Unidos (NTSB, na sigla em inglês) para participar da investigação sobre a queda do Boeing 737 ucraniano na terça-feira, 7, após a aeronave ter decolado em Teerã. O NTSB afirmou que "avaliaria seu nível de participação na investigação".

Sob as regras estabelecidas por uma organização de aviação da Organização das Nações Unidas (ONU), o NTSB tem o direito de participar da investigação porque o acidente envolveu uma aeronave que foi projetada e construída nos EUA.

Autoridades norte-americanas, britânicas e canadenses dizem que é "altamente provável" que o avião tenha sido abatido, possivelmente em um acidente, por um míssil iraniano. O NTSB diz que não especulará sobre a causa do acidente, que matou todas as 176 pessoas a bordo. Fonte: Associated Press.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas