Jeep anuncia Compass híbrido e Nissan confirma versão inédita da Frontier

autos & etc
19.03.2022, 16:00:00

Jeep anuncia Compass híbrido e Nissan confirma versão inédita da Frontier

Conheça também a primeira perua elétrica da Audi e entenda o imbróglio da Renault na Rússia
A A6 e-tron terá 700 km de autonomia e poderá utilizar carregadores 270 kW

Enquanto muitas marcas estão apostando  em utilitários esportivos e crossovers elétricos a Audi quer garantir a sequência das station wagons, as populares peruas.

Assim surgiu a A6 Avant e-tron, que apesar de ainda ser um modelo conceitual a empresa alemã garante que o modelo de produção irá seguir 99% do que está sendo mostrado.

“Não estamos simplesmente eletrificando a história bem sucedida de 45 anos do Avant. O que nós mais queremos é usar a competência técnica para acrescentar um ponto de exclamação. Isso inclui a potente tecnologia de 800 volts, 270 kW de capacidade de carga e uma autonomia de até 700 km”, explicou Oliver Hoffmann, membro do conselho Audi para desenvolvimento técnico.

O veículo será construído sobre uma nova plataforma, exclusiva para elétricos

Com esse sistema, utilizando carregadores de 270 kW, a bateria recupera osuficiente para 300 km em apenas 10 minutos. Além disso a perua também é rápida: tem 476 cv de potência e 81,6 kgfm de torque. E olha que ainda não é a configuração esportiva RS.

ALEMÃES ELETRIFICADOS
A Porsche, outro fabricante alemão também está focado em ampliar as vendas de elétricos e anunciou sua intenção de atingir sua neutralidade em carbono até 2030.

"Em 2025, espera-se que metade de todas as novas vendas da Porsche sejam de veículos elétricos – ou seja, totalmente elétricos ou híbridos plug-in", explicou Oliver Blume, presidente do conselho executivo da Porsche AG. “

Em 2030, a participação de todos os veículos novos com propulsão totalmente elétrica deve ser superior a 80%", completou Blume.

VENDAS EM ALTA
Em 2021, a Porsche entregou 301.915 veículos em todo o mundo, ultrapassando em mais de 10% as vendas do ano anterior (272.162 entregas).

Os modelos mais vendidos foram SUVs: Macan (88.362) e Cayenne (83.071). Os números de entrega do Taycan mais que dobraram: 41.296 clientes receberam o primeiro Porsche totalmente elétrico, que ultrapassou o icônico 911.

No entanto, o carro esporte também estabeleceu um novo recorde com 38.464 unidades.

SEM SEDÃS
Volvo confirma que os sedãs S60 e S90, que até recentemente faziam parte do portfólio da empresa no Brasil, não serão mais importados.

No entanto, a empresa não descarta oferecer novas gerações no país no futuro. A aposta da filial nacional é em SUVs elétricos e híbridos plug-in.

SITUAÇÃO COMPLEXA
Algumas empresas automotivas já anunciaram paralisação de negócios na Rússia, entre elas, BMW, Ford, General Motors e Volvo, mas para algumas a situação é mais complexa.  

É o caso da Renault, proprietária de 68% das ações da AvtoVAZ, fabricante russo que produz os veículos da Lada. No total, a empresa francesa tem 30% de participação de mercado no país e cerca de 40 mil funcionários, além de a operação local corresponder por 10% de todo o seu lucro mundial.

Para deixar a situação ainda mais complicada, o governo francês tem 15% de participação na Renault. Ou seja, o tema vai além de uma sanção comercial e impacta a saúde financeira de um grande grupo.

PRONTA PARA O LANÇAMENTO
A Nissan oficializou a atualização da Frontier do mercado brasileiro. A picape comercializada no país é produzida na Argentina e terá diversas novidades, como a inclusão de recursos de assistência à condução, incluindo aviso de colisão frontal, frenagem de emergência e sensor de faixa.

A Nissan confirmou a atualização e a produção de uma versão inédita da Frontier

Em relação à estética, a principal alteração será na dianteira, com um redesenho de grade, faróis e para-choque.

A motorização será a mesma, com o propulsor 2.3 litros rendendo 160 cv de potência - nesse caso com uma turbina - ou 190 cv, biturbo. Haverá também uma versão inédita, a PRO-4X. A estreia irá acontecer no próximo mês.

PRIMEIRO HÍBRIDO DA JEEP
A Jeep irá comercializar a partir do próximo mês seu primeiro veículo híbrido no país. A missão será do Compass em sua versão 4xe.

“Com excelente torque e resposta imediata do motor, os veículos 4xe oferecem uma experiência de direção na estrada com ainda mais fun-to-drive”, comentou Alexandre Aquino, diretor da marca Jeep para a América do Sul.

A nova configuração do Compass será híbrida plug-in

O SUV utiliza um propulsor elétrico no eixo traseiro, que é associado ao motor 1.3 turbo e, dessa forma, entrega até 243 cv de potência combinada.

O elétrico tem autonomia para rodar até 50 quilômetros. Diferentemente das outras versões, que são produzidas em Pernambuco, o Compass híbrido será importado. O preço ainda não foi anunciado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas