Julgar e executar não são papéis da polícia

entrelinhas
28.05.2022, 16:00:00

Julgar e executar não são papéis da polícia

Notícias que marcaram a semana

Dois casos acontecidos no Brasil durante a semana chamaram a atenção da sociedade para uma prática que precisa ser expulsa das polícias brasileiras em todos os níveis: o papel de juiz e executor que parece ser difundido nas corporações.
 Uma incursão policial na Vila Cruzeiro, no Rio, na segunda-feira (23), deixou um saldo de 23 mortos. De acordo com o O Estado de S.Paulo, 11 das 23 vítimas não tinham processos judiciais criminais contra si, segundo pesquisa feita pela reportagem nos sites do Poder Judiciário estadual. Dos 12 que respondiam ou já responderam a processos desse tipo, encerrados ou ainda em curso, 9 eram acusados de cometer crimes no estado do Rio , 2 respondiam a processos criminais no estado do Pará e 1 no estado do Amazonas.
Segundo a Polícia Militar, só uma das vítimas era inocente - a cabeleireira Gabriella Ferreira da Cunha, de 41 anos, foi atingida por uma bala perdida dentro da própria casa, na favela da Chatuba, vizinha à Vila Cruzeiro.
A pessoa ter processo contra si não dá o direito à polícia de julgá-la e executá-la. Afinal, esse é o papel da Justiça. Cabe ao agente da lei, em caso de rendição ou se o suspeito não tem condições de reagir, prendê-lo e levá-lo para a delegacia. Se a Justiça solta, cabe a crítica a ela.
Na tarde de quarta-feira (25), em Umbaúba (SE), Genivaldo de Jesus Santos, sabe-se lá o porquê, foi executado por policiais federais rodoviários dentro de uma viatura com, ao que parece, gás lacrimogênio e gás de pimenta. Genivaldo foi julgado, ali mesmo, por questionar a abordagem dos policiais. Um crime que não se distingue dos cometidos por nazistas contra judeus na Segunda Guerra Mundial. Inadmissível. 

Massacre em escola dos EUA deixa 19 crianças e duas professoras mortas

Um ataque a tiros em uma escola infantil na cidade de Uvalde, no Texas, nos Estados Unidos, deixou 19 crianças e duas professoras mortos na tarde de terça-feira (24). O tiroteio se tornou o mais letal dos EUA em quase uma década, novamente trazendo à tona o debate sobre a legislação de armas no país. O atirador, identificado como Salvador Ramos, de 18 anos, foi morto no local pelas forças policiais, que cercaram a Robb Elementary School, rapidamente. Janelas foram quebradas para retirada mais rápida de crianças, funcionários e professores.

O ataque de Ramos começou ainda em casa. Antes de sair, ele atirou na avó, que não morreu. Depois, dirigiu até a escola, onde bateu o carro, e entrou no local com equipamento tático e um rifle. 

Desmatamento na mata atlântica cresce
Cresceu a destruição da Mata Atlântica Entre 2020 e o ano passado, foram desmatados 21.642 hectares do bioma, o equivalente a mais de 20 mil campos de futebol. A alta foi de 66% em relação ao período entre 2019 e 2020, conforme dados da Fundação SOS Mata Atlântica em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia. Houve alta do desmatamento em 15 dos 17 Estados que compõem o bioma, de acordo com o Atlas da Mata Atlântica.

Salvador no armário
Entre todas as capitais do país, Salvador, junto com Fortaleza, é a que tem o menor percentual de pessoas identificadas como homossexuais ou bissexuais. Isso porque, por aqui, só 35 mil soteropolitanos, que representam 1,5% dos moradores da cidade, se declaram como gays, lésbicas ou bissexuais. É isso, pelo menos, que aponta a primeira pesquisa do IBGE sobre orientação sexual no Brasil, divulgada na quarta-feira (25). A pesquisa entrevistou pessoas com 18 anos ou mais nos quatro cantos da capital baiana.

Jovem tem rosto tatuado à força
A mãe de Tayane Caldas, de 18 anos, registrou um boletim de ocorrência contra o ex-namorado da filha, Gabriel Henrique Alves Coelho, após ela ficar desaparecida por um dia e ser encontrada no sábado (21) com o nome dele tatuado no rosto. O jovem, de cerca de 20 anos, foi detido porque descumpriu uma medida protetiva ao ter contato com a ex-namorada. Tayane contou que foi tatuada à força, depois de ser sequestrada e mantida em cárcere pelo ex. Ela iniciou na quarta-feira (25) o processo de remoção da tatuagem.  

Plano de saúde individual aumenta
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou, na quarta-feira (26), o reajuste anual de 15,5% para planos de saúde individual e familiares.  O percentual é o teto válido para o período entre maio de 2022 e abril de 2023, para os contratos de cerca de 8 milhões de beneficiários. O reajuste não vale para planos coletivos empresariais e por adesão. Esse é a maior alto no ajuste desde o ano de 2000, quando o modelo atual entrou em vigor.  O maior percentual autorizado pela ANS havia sido em 2016, de 13,57%.

Bombou no site do CORREIO (mais lidas da semana)

1 - Brasileiro e cachorro que viajavam pelo mundo de Fusca morrem em acidente - Notícia sobre a morte de Jesse Koz e Shurastey comoveu o país.    

2 - Varíola do macaco se aproxima do Brasil; Sesab dá orientações para evitar contágio - Chegada da doença ao Brasil parece inevitável.  

3 - A febre das canetas emagrecedoras: como medicamentos para diabetes viraram aliados da perda de peso - Injeções semanais de semaglutida viraram moda e preopcupam médicos.  

4 - Ivete Sangalo ganha festa surpresa de aniversário em Salvador - Cantora baiana, que completou 50 anos na sexta-feira (27), ganhou festa em Salvador, antes de viajar para Juazeiro, sua terra natal.  

5 - Ford contrata 500 novos engenheiros para Camaçari - A área de engenharia foi a única, em Camaçari, que resistiu ao fim da produção de veículos da Ford no Brasil.    

'Não imaginávamos que essa fúria fosse prevalecer no caso das artes, do campo cultural. Foram instituições fortalecidas em governos anteriores. Processos e projetos de fomento foram totalmente abandonados' Gilberto Gil Cantor e compositor baiano, no programa Roda Viva, sobre o impacto do governo Bolsonaro na Cultura

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas