Kicks 2022: rodamos no SUV atualizado

autos & etc
26.02.2021, 09:00:00
Atualizado: 26.02.2021, 11:57:33

Kicks 2022: rodamos no SUV atualizado

Confira o vídeo para conhecer nossas impressões e ver o que mudou no desenho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Além do novo desenho da dianteira, todas as versões do Nissan Kicks 2022 contam com seis airbags e controle de tração e estabilidade (Foto: Murilo Góes/Nissan)

Apesar da produção inicial do Kicks ter sido no México, o SUV compacto da Nissan estreou primeiro no Brasil. Isso foi em 2016, quando o fabricante japonês era patrocinador dos Jogos Olímpicos, que foram realizados aqui. Posteriormente, o veículo começou a ser feito no país e gradativamente suas vendas cresceram.

Atualmente, mais da metade das vendas da Nissan no Brasil são desse produto, que foi o quarto SUV compacto mais emplacado na Bahia em 2020. Cinco anos depois do lançamento, bastante para os parâmetros atuais, o Kicks ganhou sua primeira atualização - em linha com o que foi apresentado na Ásia no final do ano passado.

Confira as primeiras impressões sobre o Nissan Kicks 2022

Os preços não foram modificados em relação aos modelos 2020/2021, o que mudou foi o nome das versões, que agora são os mesmos adotados no Versa. Sempre com motor 1.6 litro aspirado, que rende 114 cv de potência, o Kicks parte de R$ 90.390, preço da versão Sense com transmissão manual. Para levar a mesma configuração com câmbio CVT é preciso desembolsar mais R$ 8 mil. As duas versões seguintes contam com transmissão automática de série: Advance (R$ 106.390) e Exclusive (R$ 116.390). 

Há um pacote opcional para a versão Exclusive. Por R$ 3.500, a Nissan inclui faróis com ajuste de altura e intensidade automática, alerta de colisão frontal com assistente de frenagem, alerta de mudanças de faixa, alerta de tráfego cruzado traseiro e monitoramento de ponto cego. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas