Leo Dias fala sobre lançamento de biografia não autorizada de Anitta

alô alô
10.09.2018, 02:10:00
Atualizado: 10.09.2018, 12:47:34

Leo Dias fala sobre lançamento de biografia não autorizada de Anitta

Jornalista concedeu entrevista exclusiva para o Alô Alô CORREIO

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Estefan Radovicz/Agência O Dia

O jornalista Leo Dias lança nos próximos meses a biografia não autorizada da cantora Anitta. Em conversa exclusiva com o Alô Alô, Leo contou o que o público pode esperar, como surgiu a ideia e quais foram as maiores dificuldades nessa produção.

Alô Alô – O que o público pode esperar dessa biografia?
Leo Dias – Houve muitos comentários na última semana sobre um capítulo que eu acabei de escrever, chamado “ Muy Amigas”, em que detalhamos as brigas de Anitta. Esse capítulo tem apenas 7 páginas. E não representa o livro. A biografia de Anitta é uma história inspiradora para toda pessoa da periferia do Brasil que acha que o seu futuro já está escrito e não sairá dali. A gente retrata o crescimento assustador de uma menina que estudava em escola pública e sempre fez questão em ter as melhores notas. Além do estudo, a gente acrescenta uma determinação nunca vista antes e a fé, que não permitiu que o sucesso subisse à sua cabeça. E eu já adianto: o final é surpreendente: eu anuncio o final da carreira de Anitta.

Alô Alô – Como surgiu essa ideia?
Leo Dias –
Há 20 anos eu escrevo uma coluna sobre a vida de artistas realmente populares brasileiros. E de repente eu percebi um vácuo no mercado editorial brasileiro. Livro no Brasil é coisa de rico. Mas por que a classe média não pode ter e falar de gente que ela conhece? Não foi fácil. Muitas editoras me disseram não. Eu sei que por vários motivos. Como assim? Um fofoqueiro escrevendo um livro? E quem se interessa na vida de Anita? Eu e Anitta nascemos no subúrbio do Rio, e sabemos muito bem como o mundo nos olha.

Alô Alô – Quando será o lançamento?
Leo Dias –
Dezembro ou janeiro. Ainda não definimos. Mas será no verão.

Alô Alô – Quais foram as maiores dificuldades nessa produção?
Leo Dias –
Recebemos muitos “não”, até de amigos da Anitta. As pessoas são muito limitadas e têm medo de se expor para não se “queimar” com a Anitta. Ela não tem a mínima ideia de quem disse o que. Para se ter uma ideia, a pessoa que a chamou de pão dura é muito próxima profissionalmente a ela. E ela deu ataque quando eu disse que iria colocar que ela era pão dura.

Alô Alô – O que há de mais polêmico que possa nos adiantar?
Leo Dias –
Essa pergunta é séria?  

Alô Alô – Planeja realizar mais projetos nesse estilo? Tem alguma outra pessoa famosa sobre a qual gostaria de escrever?
Leo Dias –
A Ediouro (editora) já me pediu. Já falei com a pessoa. E já defini a autobiografia para 2019.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas