Longas filas marcam revalidação do SalvadorCard

salvador
30.03.2019, 17:24:00
Atualizado: 30.03.2019, 17:24:38
Fila na entrada do posto do SalvadorCard da Estação da Lapa (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

Longas filas marcam revalidação do SalvadorCard

Prazo de validade vai até esse domingo (31); recarga só poderá ser feita no cartão revalidado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Passava do meio-dia deste sábado (30) e as filas para a revalidação do SalvadorCard, no posto da Estação da Lapa, subiam as escadas e chegavam nas proximidades do Colégio Central, na Avenida Joana Angélica. Apesar do prazo para revalidação ter iniciado no dia 1º de fevereiro, muitos estudantes alegaram dificuldades na matrícula e até mesmo na revalidação via aplicativo Kim. O prazo de validade do cartão de 2018 termina nesse domingo (31).

O estudante universitário Lucas Santos, 23, foi um dos muitos que enfrentaram dificuldades para revalidação e precisou ir à Lapa na manhã chuvosa. “Meu cartão é antigo, de 2014, então não conseguia fazer pela internet e nem tão pouco pelo aplicativo. Trabalho e estudo durante a semana e tentei fazer a revalidação duas vezes, mas as filas estavam imensas e preferi aproveitar o sábado”, completa.

Lucas não conseguiu fazer a revalidação pela internet (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

Tainá Almeida, 20, chegou no início da manhã e perto das 13 horas ainda não havia sido atendida. “Tenho uma semana cheia, com trabalho e estudo, então o dia era hoje”, pontuou. A estudante também reclamou de dificuldades para revalidar através do aplicativo e a demora no processo de revalidação na Lapa. “Ao invés de ampliar as possibilidades de revalidação, eles tornam as coisas mais complicadas”, pontuou.

O estudante Bruno Lima, 20, disse que a demora para realizar a revalidação ocorreu em virtude de um problema com sua matrícula na faculdade. “Só essa semana consegui sanar todas as questões para poder realizar a revalidação”, contou. 

Estudantes aguardam pelo atendimento (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

Procurada pela reportagem do CORREIO, a assessoria do SalvadorCard afirmou não possuir registros de problemas com o aplicativo ou a Internet, mas reconhece que, como o processo é terceirizado, pode ter havido alguma falha não comunicada.

Em nota, a assessoria do Sistema informou que, "de 1º de fevereiro até as 14h deste sábado (30/03), foram revalidados 100 mil cartões. Desses, 15 mil pela internet, 85 mil presencialmente (postos e estações)".

Com o prazo do cartão terminando nesse domingo (31), quem possuir créditos pode usar o benefício normalmente até a próxima recarga, quando o cartão precisará ser revalidado para receber novos créditos. A revalidação pode ser realizada durante todos os dias úteis do ano, mas para realizar a revalidação presencial, é preciso ter em mãos o RG (carteira de identidade) e o comprovante de matrícula. A taxa é de R$ 7,40, o equivalente a duas tarifas de ônibus.

No final da manhã a fila estava saindo da Estação da Lapa (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

A orientação do SalvadorCard é que, antes de se dirigir ao posto de atendimento, o estudante verifique sua situação no site (http://www.salvadorcard.com.br). Se o interessado não estiver apto, deverá buscar a secretaria da escola onde estuda para regularizar sua situação. 

Postos do SalvadorCard para revalidação:

Shopping da Gente (Av. ACM, em frente ao Detran)

Posto Lapa

Confira o passo a passo para a revalidação pelo aplicativo Kim:
1. Fazer o cadastro/login no app ou site (www.kimrecarga.com.br)
2. Cadastrar o cartão MPE no Kim
3. Ir até a aba “Revalidar”;
4. Selecionar o cartão MPE desejado;
5. Anexar a foto do comprovante de matrícula 2019 (obrigatório);
6. Efetuar o pagamento da Taxa da revalidação (R$ 7,40) + a taxa de serviços do KIM (R$ 3,70).  (formas de pagamento: Cartão de Crédito, Débito, Transferência, Depósito e/ou Boleto)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas