Lucas Lucco perde processo por plágio, mas diz ter 'consciência totalmente limpa'

variedades
14.06.2021, 12:52:00
Atualizado: 14.06.2021, 12:54:50
(Reprodução/Instagram)

Lucas Lucco perde processo por plágio, mas diz ter 'consciência totalmente limpa'

"Peço desculpas a ele, eu realmente não conhecia", afirmou o cantor

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Lucas Lucco perdeu um processo de plágio movido contra ele e terá que indenizar o cantor Gabriel Bandeiras. Em stories publicados neste domingo, 13, o artista falou sobre o caso. Lucas foi acusado pelo sertanejo de copiar a música Cuido de Você, Você Cuida de Mim, de 2010, para escrever o hit Mozão, lançado em 2014. Nas redes sociais, Lucas afirma que não conhecia a canção de Gabriel, porém desejou sucesso para ele.

Enquanto a canção de Bandeiras diz: "Vamos fazer assim, eu cuido de você, você cuida de mim", a de Lucco possui uma melodia diferente e cita: "Momozin, vamos fazer assim, eu cuido de você, você cuida de mim".

"A música é minha, escrevi ela sozinho em Goiânia, na época que eu ainda nem tinha um nome muito conhecido, bem no início da minha carreira. A suposta canção que eu copiei é de um artista chamado Gabriel Bandeiras e eu vim ouvir pela primeira vez só depois de algumas matérias que saíram na internet", iniciou.

"Peço desculpas a ele, eu realmente não conhecia. Gabriel, eu tive a oportunidade de te conhecer pessoalmente, fazem anos que esse processo está correndo e veio a ter o veredicto agora (...) Eu desejo muito sucesso para você, que Deus abençoe sua família e que, de alguma forma, essa grana possa vir como uma bênção", disse.

Em seguida, o cantor explicou que está com a consciência tranquila. "Esse pagamento vai acontecer de acordo com a resolução que o homem teve, mas no fundo do seu coração mesmo, você acha que eu tinha ouvido a sua música?", indagou.

"Eu não conhecia, peço desculpas por ter causado algum tipo de desconforto para você, mas hoje eu deito na cama com a consciência totalmente limpa por saber que não fiz nada de errado. Não tem volta, esse valor vai ter que ser pago, e tudo bem, é só uma forma de conversar com as pessoas que gostam do meu trabalho. É uma justificativa para quem gosta de mim", finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048