Mais de 250 notificações são emitidas para camarotes, praticáveis e balcões

salvador
07.01.2018, 16:03:55
Atualizado: 07.01.2018, 16:16:51

Mais de 250 notificações são emitidas para camarotes, praticáveis e balcões

Ações fazem parte de fiscalização preventiva da Sedur para o Carnaval 

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Durante a fiscalização preventiva para o Carnaval, realizada no último sábado (6) a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) emitiu 258 notificações para o camarotes, praticáveis, balcões e donos de imóveis localizados nos circuitos. As recomendações envolveram cuidados com os passeios, ordenamento de estabelecimentos comerciais e demais atividades para a festa.

Os camarotes Nana e Harém e dois praticáveis foram notificados sobre cuidados com montagem. Donos de estabelecimentos comerciais nos circuitos da festa foram notificados para não vender bebidas em garrafas de vidro. Proprietários dos imóveis na mesma região foram orientados a fazer adequações nas calçadas. Aqueles que estavam na Avenida Sete de Setembro e no Campo Grande foram informados a respeito da proibição legal de utilizarem as marquises no Carnaval. 

Foto: Jefferson Peixoto/ Divulgação PMS

As recomendações envolveram cuidados com os passeios, ordenamento de estabelecimentos comerciais e demais atividades para a festa. (Foto: Jefferson Peixoto/ Divulgação PMS) 

Os responsáveis pela montagem das estruturas foram orientados ainda sobre as regras para a montagem. Dentre elas estão a obediência aos horários de carga e descarga; a não-ocupação dos espaços públicos, a exemplo dos passeios e a recomposição de possíveis áreas danificadas pelas estruturas.
 
O titular da Sedur, Sérgio Guanabara, destacou a importância desse trabalho preventivo para garantir a segurança dos foliões e de quem trabalha na festa, além do ordenamento. "Estaremos diariamente nos circuitos para fiscalizar e orientar os responsáveis pelas estruturas, assim como os moradores. Todos devem se adequar às normas de segurança requeridas para um evento de grande porte que é o Carnaval de Salvador", afirma.
 
Licenciamento 
Ainda dá tempo de tirar licença e montar uma estrutura para o Carnaval. Os interessados devem se dirigir à sede da Sedur, na Avenida Antônio Carlos Magalhães, edifício Empresarial Thomé de Souza, 18º andar, levando a documentação requerida, listada no site www.sedur.salvador.ba.gov.br. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas