Massoterapeuta tirou foto de Arlindo Cruz em hospital, diz polícia

variedades
11.10.2017, 16:13:00
Atualizado: 11.10.2017, 16:38:12
(Divulgação)

Massoterapeuta tirou foto de Arlindo Cruz em hospital, diz polícia

Ele foi contratado pela família para tratamento privado e agora foi indiciado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O massoterapeuta de Arlindo Cruz, Ivan de Albuquerque, foi identificado pela polícia como o responsável por fazer a foto do sambista internado. A imagem circulou nas redes sociais. Na segunda-feira, a família do cantor registrou queixa na polícia pedindo punição a quem espalhou a foto, tirada sem autorização. Segundo a delegada Maria Aparecida Mallet, da 6ª Delegacia (Cidade Nova), no Rio de Janeiro, imagens de câmeras de segurança e de entrada e saída do hospital ajudaram na identificação. 

"Foi o massoterapeuta dele. Conseguimos, junto ao hospital, a filmagem. É nítido, é claro, inclusive o momento em que ele tira a selfie aparece na filmagem. Temos também o registro de entrada e saída do setor. Fica óbvio que é ele", afirmou a delegada ao jornal O Globo.

Arlindo está internado desde março na Casa de Saúde São José, no Rio. Ele sofreu um AVC hemorrágico e segue em recuperação. 

O massoterapeuta será indiciado pelo artigo 139 do Código Penal, que proíbe "difamar alguém ao atribuir fato ofensivo à sua reputação". Ele pode ficar preso de 6 meses a 1 ano. O profissional foi contratado pela família do sambista para um tratamento privado. Como não houve flagrante, ele responderá em liberdade.

Uma câmera no quarto do cantor identificou o suspeito. Além disso, o motorista da família flagrou o massoterapeuta com o celular na mão ao entrar no quarto e desconfiou da postura dele, que sugeria que podia estar tirando uma foto. "Ele próprio confessou ao motorista da família, que perguntou o que ele estava fazendo. Disse que tirou uma fotografia e que só havia passado para a mãe e recomendado que ela não repassasse. O motorista também prestou depoimento. A materialidade e a autoria do crime estão fechadas", diz.

O filho do cantor, Arllindinho, diz que ainda vai conversar com a família antes de se pronunciar sobre o sambista. "A gente quer descobrir a verdade e quer que o culpado pague juridicamente. Causou uma tristeza para muitas pessoas, algumas ficaram assustadas, alguns comentários maldosos. Quem postou, quem repostou a foto, disseminou algo ruim, que causou revolta. Eu estou em um processo de luta pelo nome da nossa família. Nós estamos nesse processo de manter vivo o nosso ídolo", finaliza.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas