MEC receberá até sexta-feira sugestões para novo Catálogo Nacional de Cursos Técnicos

educamais
09.07.2020, 14:47:00
Atualizado: 09.07.2020, 14:54:09
Interessados em participar poderão enviar sugestões pelo site do catálogo (Shutterstock)

MEC receberá até sexta-feira sugestões para novo Catálogo Nacional de Cursos Técnicos

Catálogo serve como referência para instituições de ensino oferecerem os cursos profissionalizantes

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Ministério da Educação (MEC) abriu, na última segunda-feira (06), uma consulta pública para a versão preliminar do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT). Disponível para a participação de toda a sociedade, a consulta será realizada até a próxima sexta-feira, dia 10. Interessados em participar poderão enviar sugestões preenchendo um formulário disponível no site do catálogo

Segundo o MEC, participaram da elaboração dessa versão preliminar mais de 200 especialistas. Já as sugestões enviadas serão avaliadas durante a etapa de validação do documento pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC, onde será produzida a versão final do catálogo a ser apresentada ao Conselho Nacional de Educação (CNE), em agosto.

O Catálogo Nacional de Cursos Técnicos é usado como referência pelas instituições de ensino que oferecem cursos técnicos, para estudantes e para o setor produtivo, que absorve os profissionais egressos dos cursos, e para a sociedade em geral. Daí a importância da maior participação possível na consulta para que o documento seja alinhado com as demandas da sociedade. 

O CNCT reúne cursos técnicos ofertados pelas instituições de ensino em todo o país, com informações como sua denominação, o perfil do profissional ao concluir cada curso, o respectivo campo de atuação, as normas para o exercício profissional, a infraestrutura mínima que a instituição de ensino deve dispor para a oferta do curso, entre outros dados. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas