Médicos fazem protesto no Terreiro de Jesus nesta terça-feira

salvador
15.07.2013, 19:46:00
Atualizado: 15.07.2013, 19:56:09

Médicos fazem protesto no Terreiro de Jesus nesta terça-feira

Categoria protesta contra ações do governo federal, como importação de profissionais de estrangeiros sem revalidação de diploma

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Da Redação
Atualizado às 19h59

Em protesto contra medidas anunciadas pelo governo, como a importação de profissionais estrangeiros sem revalidação de diploma e o serviço obrigatório no SUS, médicos fazem nesta terça-feira (16) protestos pelo Brasil. Em Salvador, a manifestação acontece em frente à Escola de Medicina da Ufba, no Terreiro de Jesus.

A Associação Baiana de Medicina (ABM), o Cremeb e o Sindicato de Medicina (Sindimed) fazem coletiva no local às 15h30. A concentração para o protesto começa às 14h30.

Em nota, o Conselho Superior das Entidades Médicas do Estado da Bahia (Cosemba) diz que as manifestações acontecem por conta dos "sucessivos ataques do governo, que decidiu eleger os médicos como 'bode expiatório' das mazelas da saúde do Brasil".

O dia de protesto foi batizado de Dia Nacional de Luto e de Luta. Os médicos dizem querer informar a população sobre os riscos nas propostas do governo federal para a saúde. As propostas do governo são classificadas como "demagógicas" pela categoria, que diz que elas tentam "desviar o foco dos reais problemas" da saúde brasileira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas