Menina de 3 anos é estuprada e assassinada pelo padrasto em Brotas

salvador
21.11.2020, 11:48:00
Atualizado: 21.11.2020, 13:14:36

Menina de 3 anos é estuprada e assassinada pelo padrasto em Brotas

Ele fugiu; mãe sabia de agressões e foi presa em flagrante, diz polícia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma criança de 3 anos foi morta na tarde da sexta-feira (20) no bairro de Brotas, em Salvador. O crime aconteceu por volta das 14h, na casa da família, perto da antiga Comercial Ramos. A menina foi agredida e estuprada pelo próprio padastro, que está foragido. A mãe da criança, que sabia dos abusos, foi presa em flagrante, segundo a Polícia Civil, que investiga o caso.

Segundo a polícia, o padrasto conseguiu fugir logo depois do crime. Ele está sendo procurado. Já a mãe foi autuada por abandono de incapaz com resultado de morte. Levada para a 1ª Delegacia de Homicídios, ela confessou ter conhecimento das agressões constantes do companheiro contra a filha.

Outros familiares e testemunhas já foram ouvidos no Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP). Por conta da lei de abuso de autoridade, o nome e a imagem do suspeito não foram divulgados.

Crime
A sexta-feira foi violenta em Salvador e na Região Metropolitana. Ao todo, 16 homicios foram registrados, além de uma tentativa de homicídio, segundo o boletim da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Pela manhã, um casal de identidade ignorada foi morto na Terceira Travessa, em Paripe. Outro casal foi morto também pela manhã na rua Yolanda, em São Caetano. Outro homem de identidade ignorada foi assassinado em via pública na Avenida Afrânio Peixoto, no Lobato. Taiz de Noronha Bomfim foi baleada por volta das 20h, na Rua Simões Filho, na Boca do Rio, e morreu no Hospital Geral Roberto Santos.

Iago Martins de Lima, 24 anos, foi morto no início da noite de ontem, na Avenida Rio Bandeira, em Camaçari, Região Metropolitana. Houve três homicídios de pessoas de identidade ignorada ontem à noite em Valéria, Pero Vaz e Cajazeiras X. Valdinei Pereira dos Santos, 27 anos, foi morto na Estrada Velha do Aeroporto, em Nova Brasília.

Em Vila de Abrantes, um duplo homicídio aconteceu no Condomínio Planeta Água. José Ricardo dos Santos, 25 anos, e Marcos Santos Soares, 39 anos, foram as vítimas. Outro duplo homicídio foi registrado no Pero Vaz, com as mortes de Luiz Henrique Leite Queiroz, 25 anos, e Marco Antonio de Jesus Santos, 23, na Avenida Ferreira, perto do campo do Tejo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas