Mercado do Peixe de Água de Meninos funciona em horário especial na Semana Santa; veja preços

salvador
09.04.2017, 14:10:00
Atualizado: 09.04.2017, 14:12:57

Mercado do Peixe de Água de Meninos funciona em horário especial na Semana Santa; veja preços

O espaço estará aberto das 5h às 20h até quinta-feira (13). Na sexta (14), o funcionamento é das 5h às 13h

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Pensando nos preparativos cristãos da Semana Santa, o Mercado do Peixe de Água de Meninos adotará um funcionamento especial a partir dessa segunda-feira (10). O espaço estará aberto das 5h às 20h até quinta-feira (13). Na sexta (14), o funcionamento é das 5h às 13h. Também a partir de segunda, a Transalvador vai disponibilizar 20 vagas extras de estacionamento da Ladeira da Água Brusca, no sentido da subida. Além disso, o estacionamento ao lado do mercado possui cem vagas para veículos. O valor da cartela é de R$ 3 por duas horas. 

((Foto: Evandro Veiga/CORREIO) )
O vermelho é um dos peixes mais procurados e sai por R$28 o quilo (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

O movimento de venda de pescados já começou a crescer. De acordo com os vendedores, o que as pessoas mais têm comprado é o peixe Corvina, que custa R$ 15 o quilo. Mas o Vermelho, que está entre R$23 e R$28 o quilo, também tem sido bastante procurado. Quem não é muito fã de peixe, costuma sair de lá com camarão. “Eu detesto peixe, então vou fazer moqueca de camarão, vatapá e caruru. Minha avó fazia questão de reunir a família nessa época e seguir a tradição”, conta Jéssica Oliveira, que preferiu adiantar a compra neste domingo. O quilo do camarão menor sai por R$35 no cartão e R$33 no dinheiro. O maior custa entre R$50 e R$55.

Segundo Dona Marinalva, dona do box 18, a procura já cresceu consideravelmente nesse final de semana. “Não fiz os cálculos exatamente, mas se antes eu estava vendendo 80kgs de peixe, agora está saindo uns 200kg”, estima ela. Para a comerciante, a movimentação maior será na quinta-feira, véspera da Sexta da Paixão, quando o consumo de carne é proibido segundo os costumes católicos. “Mas já na terça isso aqui vai me dar trabalho”, brinca o vendedor Diron, do box 21. Com ele, o quilo da Arraia sai a R$ 15 e o Badejo, R$28.

Veja preços de alguns pescados:

Arraia - de R$13 a R$15

Badejo - R$ 28

Corvina - R$ 15

Camarão - de R$33 a R$ 35, o menor, e de R$50 a R$ 55, o quilo do maior

Vermelho - de R$23 a R$28

Recuperado

O espaço, um dos mais tradicionais quando se fala em comércio pesqueiro, foi reinaugurado na manhã desta quarta-feira (5), depois de um ano e quatro meses fechado para reforma. O investimento foi de R$ 800 mil e a intervenção contemplou, entre outras medidas, a implantação de novos sanitários, a troca de azulejos internos dos 75 boxes dos permissionários, que foram modificados para se adequar às recomendações da Vigilância Sanitária, das pias e balcões.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048