Metrô: Estação Bonocô é inaugurada e deve beneficiar 80 mil pessoas

salvador
13.11.2015, 09:39:00
Atualizado: 13.11.2015, 15:51:45

Metrô: Estação Bonocô é inaugurada e deve beneficiar 80 mil pessoas

Estação vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 18h. O acesso aos sábados, das 8h às 13h, será gratuito

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O governador Rui Costa inaugurou na manhã desta sexta-feira (13) a sétima estação da Linha 1 do Metrô de Salvador. Localizada entre as estações de Brotas e Acesso Norte, a Estação Bonocô deve beneficiar 80 mil pessoas dos bairros de Cosme de Farias, Brotas, Candeal e Luis Anselmo.

"A Estação Bonocô se soma às outras estações e em dezembro, entre o dia 15 e 18, vamos inaugurar a Estação Pirajá com a estação de transbordo completando a etapa inicial dos 12 km do metrô", disse o governador.

(Foto: Amanda Palma/CORREIO)

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e o prefeito ACM Neto também participaram da cerimônia, que contou com apresentação da banda Didá.

A estação vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 18h. O acesso aos sábados é das 8h às 13h e será gratuito. Além da Bonocô, os usuários contam com a estações do Bom Juá, Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte e Retiro.

"Acompanhamos de perto o desenvolvimento dessa obra, ao lado da CCR Metrô, e havia uma expectativa, especialmente dos moradores dessa região, para que a estação Bonocô pudesse ser inaugurada. A estação vem, com certeza, dar um novo desenho para essa, que é uma das principais avenidas da cidade", disse o prefeito ACM Neto, que lembrou o esforço que a prefeitura fez para viabilizar a obra do metrô. 

Segundo Neto, foram R$2,5 bilhões de recursos do município."A nossa expectativa é de que em breve possamos começar a operação comercial e que possa ter uma integração harmônica com o sistema do transporte público municipal, especialmente pelos ônibus. E, com isso, Salvador possa ter uma projeção para o futuro, em termos de qualidade do transporte público, que é fruto desse esforço conjunto entre a prefeitura e os governos do estado e federal".

(Foto: Amanda Palma/CORREIO)

Estrutura
A estação possui 6,14 mil m2, quatro escadas rolantes, dois elevadores, piso e sinalização táteis, além de sanitários, masculino e feminino, adaptados para deficientes físicos. A área também será monitorada por 55 câmeras integradas e 50 colaboradores, entre agentes de atendimento e seguranças.

A estação ficou pronta em 10 meses e grande parte do projeto arquitetônico da área possui traços futuristas e brises que permitem a entrada de iluminacação e ventilação natural. A área externa da estação terá ciclofaixas e jardins.

Para acessar a estação, o pedestre precisa passar pela passarela que foi reformada pela CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o Sistema. Duas passarelas, uma em cada lado da avenida, também serão construídas pela CCR Metrô, para fazer ligação dos bairros de Cosme de Farias e Brotas com a nova estação. Não há data para a instalação desses equipamentos.

* Com informações da repórter Amanda Palma

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas