MGF é multado em R$ 1 milhão por recurso indevido contra o Bahia

e.c. bahia
01.07.2020, 14:03:00
Atualizado: 01.07.2020, 15:11:17
Bahia cobra de Marcelo Guimarães a restituição de R$ 44 milhões (Foto: Robson Mendes/Arquivo CORREIO)

MGF é multado em R$ 1 milhão por recurso indevido contra o Bahia

Ex-presidente tentou atrasar processo que cobra restituição de R$ 44 milhões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Destituído do cargo de presidente do Bahia em 2013, Marcelo Guimarães Filho foi condenado a pagar quase R$ 1 milhão de multa por usar recursos indevidos para atrasar o processo em que o Bahia pede a restituição de cerca de R$ 44 milhões.

A decisão foi expedida na última terça-feira (30), pela juíza Maria Helena Peixoto Mega, da 1º Vara Cível e Comercial de Salvador, e cabe recurso.

Nas redes sociais, o vice-presidente do Bahia, Vitor Ferraz, comemorou a decisão.

Marcelo Guimarães Filho foi presidente do Bahia entre 2009 e 2013. Ele deixou o clube após intervenção judicial. MGF é réu em um processo que o Bahia cobra a restituição de R$ 44 milhões. O valor teria sido usado de forma indevida pelo ex-gestor.

Em maio, Marcelo Guimarães Filho voltou a ter o nome ligado ao Bahia depois que a Justiça bloqueou R$ 21,5 milhões do tricolor por conta de uma dívida com a empresa de ingressos BWA, contraída em 2011, durante a gestão do ex-presidente.

A atual diretoria do Bahia alega que os valores cobrados pela BWA não aparecem nos registros do clube e diz que Marcelinho assinou uma confissão de dívida de R$ 6,5 milhões, valor original do débito. O Bahia tenta desbloquear o valor e cobra explicações do ex-presidente. MGF, por sua vez, atribui o bloqueio judicial a falhas das administrações posteriores a ele no clube.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas