Moradores poderão trocar resíduos sólidos por cursos profissionalizantes em Salvador

salvador
11.06.2021, 11:00:00
Atualizado: 11.06.2021, 13:26:32
(Gil Santos/CORREIO)

Moradores poderão trocar resíduos sólidos por cursos profissionalizantes em Salvador

Parceria do Município  com startup de impacto socioambiental vai instalar 12 unidades coletoras na cidade

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os moradores de Salvador poderão trocar resíduos sólidos por cursos profissionalizantes, descontos no iFood, ou materiais básicos como mantimentos e itens de higiene. Nesta sexta-feira (11), uma casa de materiais recicláveis foi inaugurada nos bairros de Stella Maris, Paripe e Ribeira. A ação é fruto de uma parceria entre a startup So+ma e a prefeitura, e terá 12 pontos até agosto. 

As unidades vão receber materiais recicláveis como papelão, vidro, plásticos, sucata de ferro, alumínio, embalagens longa vida, óleo de cozinha, e papel. A fundadora da So+ma e cientista comportamental, Claudia Pires, explicou como vai funcionar a logística.

"Primeiro, é feito o cadastro do doador, que pode ser feito pela internet ou no momento em que ele for entregar o material. Em seguida, os resíduos são pesados e multiplicados pelo valor de cada produto. Depois, o material é armazenado e encaminhado para uma das três cooperativas com as quais temos parceria. Já o doador, pode trocar os pontos por alimento, cursos, descontos, entre outras ações", contou.

Os benefícios incluem a troca dos pontos por alimentos e descontos no ifood, em lojas de material de construção, faculdades e cursos profissionalizantes. O  morador poderá também transferir benefícios para ONGs por meio do cadastro no Programa so+ma vantagens. O objetivo da ação é estimular a prática da reciclagem e permitir que a população reverta a ação em benefícios. Salvador não reciclava vidro antes dessa parceria surgir, em 2019, e, somente no ano passado foram 126 toneladas de vidro reciclados.

A inauguração da unidade da Praça de Stella Maris, na Alameda Praia de Guaratuba, contou com a presença do prefeito Bruno Reis.

"No mês do meio ambiente, como não poderia deixar de ser, estamos retomando esse projeto iniciado em 2019. Mas que, infelizmente, por conta da pandemia, tivemos que paralizar por cerca de 15 meses as atividades. Mas, agora, estamos abrindo esse espaço em Stella Maris. Em Paripe já foi um sucesso, e tenho certeza que aqui em Stella será também", disse o prefeito.

O objetivo da iniciativa é chegar a 12 casas de recebimento de resíduos até agosto deste ano. O projeto já é desenvolvido em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Em Salvador,  a primeira unidade foi inaugurada em 2019, em Periperi, e gerou 311 toneladas de resíduos reciclados, beneficiou 2.2 mil famílias, realizou quase 9 mil trocas por alimentos e a troca dos pontos por 37 cursos de gastronomia, fotografia, moda, negócios, computação, entre outros. 

O horário de funcionamento das unidades é de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados das 9h às 12h. Os pontos são maiores quandos os materiais são entregues já separados. O programa so+ma vantagens é realizado em parceria com a Prefeitura Municipal de Salvador por meio de um termo de cooperação, além de contar com o apoio do Grupo HEINEKEN Brasil e Ifood, e conta com a parceria dos hipermercados Assaí e BIG.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas