Moradores reviram caminhão de lixo em busca de comida em Fortaleza; vídeo

em alta
18.10.2021, 14:34:38
Atualizado: 18.10.2021, 15:16:56
(Reprodução)

Moradores reviram caminhão de lixo em busca de comida em Fortaleza; vídeo

"Faz pena ver essas pessoas nessa situação humilhante", diz funcionário de mercado

Um vídeo que mostra um grupo de pessoas procurando comida dentro de um caminhão de lixo em Fortaleza (CE) viralizou nas redes sociais neste domingo (17). As imagens foram feitas diante de um supermercado em um bairro nobre da capital cearense. 

A filmagem foi feita pelo motorista por aplicativo André Queiroz no dia 28 de setembro, que classificou a cena de "muito triste", mas corriqueira no Bairro Cocó. "Existem cenas como essa sempre naquela região. Sempre vejo, mas não como essa daí. Por isso resolvi filmar. É bem impactante", disse ele ao G1 CE.

Um funcionário do mercado contou que toda semana as pessoas reviram o lixo em busca de comida descartada. "Faz pena ver essas pessoas nessa situação humilhante. São idosos e até crianças, algumas vezes. As crianças chegam a entrar no caminhão. Os próprios lixeiros ficam sensibilizados. Alguns chegam até ajudar".

Antes da pandemia, a busca existia, mas geralmente se tratavam de catadores procurando material a ser reciclado. "Hoje o que vemos aqui é gente atrás de se alimentar. Eles pegam tudo. Hortaliças, mortadela, pão vencido e também as frutas. Uma cena de cortar o coração", lamenta. 

No Ceará, cerca de 1 milhão de pessoas vivem em condição de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 89. Em todo Brasil, são 19 milhões de pessoas que acordam sem saber se irão fazer alguma refeição no dia - aumento de 9 milhões em dois anos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas