Moradores são feitos reféns em imóvel no bairro do Engenho Velho de Brotas

salvador
20.10.2021, 20:05:00
Atualizado: 20.10.2021, 20:06:23
(Reprodução/TV Bahia)

Moradores são feitos reféns em imóvel no bairro do Engenho Velho de Brotas

Lembre últimos casos de sequestros em Salvador

Moradores do bairro Engenho Velho de Brotas, em Salvador, foram feitos reféns na noite desta quarta-feira (20). Ao menos quatro pessoas estavam na residência, entre elas uma criança de 11 anos. Procurada, a Polícia Militar afirmou que está apurando a ocorrência e que enviará atualizações sobre o caso assim que possível.

Segundo o G1, informações iniciais são de que no imóvel estão uma mulher, identificada pelo prenome de Vanessa, o filho dela, o namorado e a irmã. Ainda segundo informações iniciais, os suspeitos fugiram de uma ação de fiscalização da 26ª CIPM e invadiram a casa.

Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) estiveram no local para negociar a liberação dos reféns.

Outros casos em Salvador

Há 5 dias, uma mulher de 48 anos foi baleada na perna, no bairro de Itapuã, pelo próprio marido. Segundo informações da Polícia Militar, testemunhas ligaram para o Cicom informando que um homem estava ameaçando a esposa em uma casa na Rua da Ilha. Uma equipe da 15ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) foi até o local. Lá, os policiais perceberam que a mulher ferida era mantida em cárcere privado pelo homem. Ele foi autuado em flagrante por tentativa de feminicídio.

Leia mais: Insegurança até em casa: Salvador tem sete casos de crimes com refém em um mês

No dia 10 deste mês, uma bebê de apenas cinco meses foi feita refém, depois que um homem invadiu uma casa na Rua dos Jesuítas, no bairro Dom Avelar. De acordo com informações da Polícia Militar, quando as guarnições da 47ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) chegaram ao local, encontraram o homem trancado em um quarto com a menina. Ele foi preso e apresentado à Delegacia Especializada de Repressão a Crime contra Criança e Adolescente (Derca).

No mês de setembro, cinco outros sequestros foram notificados. 

25.09
Um homem foi feito de refém por dois criminosos que fugiam da polícia. A vítima, que tem deficiência física e usa uma cadeira de rodas, ficou na mira dos bandidos enquanto a polícia negociava. Outros cinco homens invadiram outra casa e fizeram mais reféns. O sequestro aconteceu no bairro da Cidade Nova e terminou sem feridos. Policiais militares faziam uma operação de combate ao tráfico de drogas na região quando os sete criminosos fugiram. Eles foram perseguidos, invadiram duas casas na comunidade do Forno e fizeram os moradores de reféns.

23.09

Dois homens armados invadiram um imóvel na Rua Padre Eloy, e fizeram uma idosa de 65 anos refém no bairro de Brotas. O caso acontece na 12ª Travessa Sérgio Francis, na região do Vale do Ogunjá.  Segundo informações da Polícia Militar, uma equipe do Bope conseguiu conduzir as negociações e os bandidos libertaram a refém. Eles foram detidos em seguida.

17.09
Uma família foi feita refém por dois assaltantes no bairro de Boa Vista do Lobato. Suspeitos invadiram uma casa ao tentar fugir da polícia depois de realizarem um assalto a um supermercado. Os suspeitos foram perseguidos e, para se esconderem dos policiais militares, invadiram uma casa e fizeram três moradores reféns, dentre eles duas mulheres e uma criança. A polícia cercou a casa e manteve negociação com os dois suspeitos.

12/09
Dois suspeitos de participar da morte de um tenente da Rondesp no bairro de Cosme de Farias foram presos. Um deles invadiu uma festa e fez uma família refém na região do Alto do Cruzeiro e foi preso após negociação da polícia.  

25.08
Uma família foi mantida refém por uma quadrilha na localidade da Divinéia no IAPI. Após negociações com equipes especializadas da Polícia Militar, a família foi libertada. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a ocorrência foi iniciada quando guarnições do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 37a CIPM (Liberdade) flagraram um grupo armado.  Na tentativa de prisão os criminosos invadiram uma residência. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas