Mulher é furtada em banheiro do Tribunal Regional do Trabalho, no Comércio

salvador
12.05.2022, 12:58:24
(Reprodução/TV Bahia )

Mulher é furtada em banheiro do Tribunal Regional do Trabalho, no Comércio

Greiciane Macedo foi à sede do TRT5 para uma audiência

A gerente de Recursos Humanos Greiciane Macedo se deslocou ao prédio do Tribunal Regional do Trabalho (TRT5-BA), no bairro Comércio, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (12), para participar de uma audiência, na qual representaria a empresa em que trabalha. A ação, no entanto, se transformou em um pesadelo. Ao se dirigir ao banheiro dentro da sede do órgão, teve sua bolsa furtada por um homem ainda não identificado. 

“Eu estava no banheiro e quando eu entrei não tinha ninguém. Eu fui para o último, fechei a porta e coloquei minha bolsa do lado do vaso, porque lá não tem lugar onde você possa apoiar a bolsa. Foi quando eu vi uma pessoa colocando a mão por baixo, um homem, e puxou a bolsa. No que puxou a bolsa, eu abri a porta correndo e comecei a gritar ‘ladrão, ladrão, socorro’. Quando ele viu que eu estava gritando e correndo atrás dele... Foi quando veio um agente. Eu mostrei onde ele [o homem] tinha descido e se ele [o agente] tivesse seguido no momento que eu falei, ele teria pego”, narrou em entrevista à TV Bahia. 

De acordo com Greiciane, o roubo aconteceu no 8º andar do prédio. A bolsa da mulher foi localizada momentos depois, por agentes da polícia judicial, no 6º andar, já sem alguns pertences, como a carteira e documentos. O roubo aconteceu por volta das 10h. 

A vítima contou ter questionado os seguranças do local sobre imagens de câmeras, que poderiam ajudar na identificação do suspeito. Foi informada, no entanto, que os equipamentos da área interna do prédio estariam todos quebrados. “Eu estava sozinha em um lugar que a gente acredita que tem segurança”, enfatizou. A entrada no prédio requer cadastro, com apresentação de documento de identificação pessoal, além de passagem por detectores de metais.

Ao CORREIO, o TRT5 confirmou o furto. “Os agentes da polícia judicial realizaram buscas no local, mas não conseguiram até o momento apreender o suspeito. Não houve uso de armas, inclusive o acesso ao prédio é permitido apenas após passagem por detectores de metais”, destaca em nota.

Acrescenta ainda que “a vítima não sofreu agressão física e foi assistida, encaminhada para o Serviço de Saúde do Tribunal por precaução e será conduzida a uma delegacia da Polícia Civil para registrar o furto”.


Leia a nota na íntegra: 
O TRT5 confirma furto da bolsa de uma preposta de audiência realizado por volta das 10 horas desta quinta-feira (12/5) no banheiro do 6º andar do Fórum Juiz Antônio Carlos Araújo de Oliveira , no bairro do Comércio, em Salvador. Os agentes da polícia judicial realizaram buscas no local, mas não conseguiram até o momento apreender o suspeito. Não houve uso de armas, inclusive o acesso ao prédio é permitido apenas após passagem por detectores de metais. A vítima não sofreu agressão física e foi assistida, encaminhada para o Serviço de Saúde do Tribunal por precaução e será conduzida a uma delegacia da Polícia Civil para registrar o furto.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas