Mulheres mostram que aposta em finanças pode ser uma saída mesmo durante a crise

empregos
29.06.2020, 06:00:00
Simone Schapira, Regina Giacomelli Politi, Marilene Bertoni Nigro e Luciane Ribeiro mostram que as mulheres dão show na educação financeira (Divulgação)

Mulheres mostram que aposta em finanças pode ser uma saída mesmo durante a crise

Veja exemplos e se inspire

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois do divórcio, a psicóloga Regina Giacomeli se viu diante da complexidade do mercado financeiro para gerir patrimônio pessoal. O que poderia ser paralisante ou até mesmo motivo de perdas financeiras ganhou característica de desafio e ela convidou as amigas Marilene Bertoni Nigro e Simone Schapira Wajmann, que cuidavam dos próprios investimentos, para montar um grupo de estudos.

“O que era uma inquietação muito pessoal ganhou uma grande repercussão e decidimos criar o Grupo Independente de Mulheres Investidoras, GIMI, uma plataforma voltada exclusivamente à educação financeira para mulheres”, conta Regina. Para reforçar o grupo, elas convidaram a economista Luciane Ribeiro para integrar o time e emprestar todo o embasamento de 36 anos de experiência com o mercado financeiro.

Hoje, qualquer mulher que tenha interesse em educação financeira, independente do seu grau de conhecimento e da idade pode participar da paltaforma. “Nossas aulas são divididas em turmas e abordamos três módulos: o primeiro é voltado para o mercado financeiro, micro e macroeconomia; o segundo em rende fixa e, por fim, o terceiro em renda variável. Nossas aulas são realizaram por meio da plataforma Zoom e no site: www.giminetwork.com.br.”, diz a sócia fundadora da iniciativa.

Mulheres, carreiras e negócios

Marilene Bertoni ressalta que os cursos são voltados para mulheres que tenham interesse em ampliar os conhecimentos em economia e finanças. “Essa capacitação traz segurança para a tomada decisões, não só aos investimentos, como também na escolha e desenvolvimento de suas respectivas carreiras e negócios”, garante. Ela destaca que até o final do ano, a Bahia será uma das praças no radar de expansão. “O GIMI nasceu em São Paulo e, em menos de três meses, conseguimos abrir uma turma no  Rio de Janeiro. Desde o início da pandemia, não perdemos nenhuma aluna e o formato de aulas virtuais está funcionando super bem. Com isso, nossa expectativa é ampliar a atuação”, comemora.

A sócia Marilene Bertoni afirma que até o final do ano, a Bahia está nos planos de expansão do GIMI, buscando agregar outras mulheres empreendedoras (Foto: Divulgação)

Para Regina, o segredo do sucesso não é nada complicadíssimo e acessível para poucas. “As mulheres não devem nunca esquecer que a educação financeira deve ser olhada como uma escadaria: você somente atingirá o topo com perseverança, paciência, determinação, troca de experiência, informação e muito estudo”, salienta.

Ela diz que, através da troca de experiência e do conhecimento adquirido nos cursos, durante a pandemia, por exemplo, nenhuma das integrantes perdeu o controle da situação e soube manter a calma e a serenidade, evitando assim tomar decisões precipitadas que certamente comprometeriam as carteiras. “O GIMI vem proporcionando o fortalecimento das mulheres por meio do conhecimento e da troca de experiência, possibilitando assim segurança e determinação, itens fundamentais para superar toda e qualquer dificuldade que possa surgir em qualquer ambiente, seja de trabalho, seja no convívio social”, finaliza.

Outros aplicativos

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Educadores Financeiros (ABEFIN) em maio revelou que 84% dos brasileiros têm dificuldades financeiras, prejuízos e dívidas por não saberem como cuidar de seu dinheiro. Com a democratização da tecnologia, aprender a cuidar das finanças não precisa ser chato, nem difícil, e alguns aplicativos e plataformas podem ajudar nessa missão,usando o celular como aliado.

Segundo o executivo João Figueira, Head de Operações da fintech Simplic (www.simplic.com.br), a educação financeira tem como objetivo auxiliar as pessoas na administração dos seus rendimentos, orientando também sobre o consumo consciente. “É notória a relevância da educação financeira para o bem-estar de cada um. Saber lidar com o dinheiro, seja para gastar com inteligência ou programar suas despesas, é fundamental para evitar possíveis dívidas no futuro”, comenta.


Para auxiliar quem tem dúvidas, a Simplic separou alguns aplicativos com linguagem simples e dicas práticas para quem quer começar a cuidar das finanças. Confira:


1- Toshl Finance - descubra onde você está gastando mais
Esse aplicativo conta com a ajuda de um personagem, um monstrinho virtual, que mostra todas as  despesas e receitas pessoais e possibilita gerenciá-las de um modo simples e fácil. Além disso, ele permite que os clientes façam orçamentos e mapas de movimentação financeira, podendo exportar os resultados para outras plataformas como Excel e Word. O Toshl Finance é gratuito e está disponível para iOS (iPod Touch, iPhone e iPad), Android, Windows Phone e Symbian. Com ele, também é possível descobrir onde você está gastando mais, além de ficar atento nos vencimentos de suas contas e gastos.


2- Minhas Economias - alcance suas metas com ajuda de lembretes
O app “Minhas Economias” conta com uma tecnologia que permite que o usuário monte planilhas com tudo o que for debitado ou depositado em conta. Ele atua como um gerenciador financeiro e também permite estabelecer metas para realizar algum desejo, enviando lembretes de quanto falta para alcançá-la. O aplicativo é gratuito e está disponível para Android.


3- Organizze - organize suas finanças na nuvem
No Organizze, é possível se ter o controle de tudo que entra e sai da conta, sem precisar de uso constante da internet, pois o aplicativo salva todos os dados inseridos e os transfere para a nuvem. Além disso, todos os dados são criptografados para evitar invasões de pessoas não autorizadas. Usado por mais de 2 milhões de pessoas, o app possibilita organizar contas e cartões num único lugar. Além disso, reúne informações educacionais sobre o universo do dinheiro. Como poupar, investir, economizar no dia a dia entre outros temas. O aplicativo possui planos para os usuários mas é possível baixá-lo gratuitamente, sendo disponível para Android e IOS.


4- Bill Reminder - Não atrase as contas nunca mais!
O app tem lembretes para ajudar os usuários a não se perderem com as datas de vencimentos das contas - ajudando a evitar o pagamento de juros por atraso. Ele possui um calendário específico para faturas e boletos bancários, onde também é possível programar tarifas de despesas mensais fixas. Como ele trabalha com alertas, não é necessário acessar o aplicativo toda vez que quiser consultar o vencimento de uma conta, pois as notificações de lembretes são sempre enviadas ao usuário. O aplicativo é gratuito, sendo disponível para Android e IOS.


5 - Money Lover - Crie etiquetas para catalogar os gastos
O Money Lover permite acompanhamento de diversas contas separadamente, controlar receitas e despesas e montar orçamentos. Os gatos são apresentados em gráficos com formato de pizza e barras, que podem ser visualizados por diversas categorias, filtradas no próprio aplicativo. A interface é moderna, bonita e organizada, proporcionando uma experiência de uso muito agradável e intuitiva. O app está disponível para baixá-lo gratuitamente para Android e IOS.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas