Na véspera da Lavagem, imagem do Bonfim será transladada do Humaitá até o Comércio

salvador
09.01.2020, 09:45:00
(Foto: Marina Silva/Arquivo CORREIO)

Na véspera da Lavagem, imagem do Bonfim será transladada do Humaitá até o Comércio

É a primeira vez que a Basílica promove uma atividade marítima durante a festa do santo

Na próxima quarta-feira (15), véspera da Lavagem do Bonfim, a imagem peregrina do Senhor do Bonfim será translada da Ponta do Humaitá (Monte Serrat) até o cais da Capitania dos Portos da Bahia (Comércio). A imagem vai sair da Basílica Santuário, às 8h, e será conduzida em procissão até o local do embarque. 

Esse será o primeiro ano que a Basílica do Senhor do Bonfim vai promover uma atividade marítima durante a Festa do Senhor Bonfim. De acordo com a Arquidiocese de Salvador, o Catamarã Senhor do Bonfim levará a imagem seguido apenas por quatro escunas.

Pelo percurso, a previsão é de que as embarcações passem pela frente da Igreja de Nossa Senhora da Penha, com uma forma de lembrar o local que abrigou a imagem do Senhor do Bonfim entre os anos de 1745 a 1754. Após esse período, ela foi levada para a igreja construída em sua homenagem, na Colina Sagrada.

O translado da imagem peregrina do Senhor do Bonfim pela Baía de Todos os Santos, na véspera da Lavagem, faz parte as festividades pelo santo, considerado patrono da Colina Sagrada. Ainda segundo a arquidiocese, é “um gesto para fazer memória ao ato de devoção do fundador da Devoção do Senhor do Bonfim e de todos aqueles que nestes 275 anos de história buscam em Cristo a ‘graça divina da justiça e da misericórdia”.

Em 2020, a Basílica Santuário celebra os 275 anos da chegada da imagem do Senhor do Bonfim à Salvador. A imagem trazida de Portugal, em 1745, pelas mãos do capitão de mar e guerra Teodósio de Farias, tornou-se um dos ícones sacros mais importantes do Brasil.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas