'Não vamos tolerar esse tipo de ação', diz titular da SSP sobre ataque em assentamento

bahia
02.11.2021, 11:56:18
(Divulgação/SSP-BA)

'Não vamos tolerar esse tipo de ação', diz titular da SSP sobre ataque em assentamento

Policiamento está reforçado no assentamento Fábio Henrique do MST

O policiamento continua reforçado nesta terça-feira (2) no assentamento Fábio Henrique do Movimento Sem Terra (MST), localizado na cidade de Prado, no Sul da Bahia. O secretário da Segurança Pública (SSP), Ricardo Mandarino, informou que a identificação dos autores do ataque é prioridade.

"Não vamos tolerar esse tipo de ação na Bahia. Determinei prioridade no caso e chegaremos aos autores", afirmou Mandarino. O caso foi registrado na Delegacia Territorial (DT) de Teixeira de Freitas. Testemunhas informaram nomes dos possíveis autores. 

Equipes de unidades especializadas da Polícia Militar estão no assentamento para reforçar a segurança. Ninguém foi preso até o momento.

O assentamento sofreu um ataque no último domingo (31). Ônibus foram incendiados, e alguns participantes do movimento foram feitos como reféns. 

De acordo com o MST, dois ônibus dos agricultores foram incendiados, casas foram depredadas e três carros de passeio que estavam estacionados na praça da agrovila foram alvejados com tiros. Integrantes do MST acusam pessoas ligadas a movimentos bolsonaristas de terem participado do ataque.

Apelo
O ator e diretor do filme Marighella, Wagner Moura, fez um apelo ao governador Rui Costa para que seja apurado o ataque. Durante o programa Roda Viva, nessa terça-feira (1º), Moura atrelou o ataque ao acampamento à exibição do filme Marighella, no próximo dia 6, no local. 

"Eu quero fazer uma denúncia grave. O filme vai ser exibido na cidade do Prado, no acampamento do MST. Ontem [domingo] 20 homens encapuzados chegaram no acampamento do MST, atiraram nos carros, fizeram pessoas do MST de reféns e eu não posso descontextualizar esse ataque, nesse lugar, da exibição do nosso filme". 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas