Náutico x Bahia: tricolor vai abrir representação contra arbitragem

e.c. bahia
17.04.2022, 10:31:00
(Foto: Tiago Caldas / CNC)

Náutico x Bahia: tricolor vai abrir representação contra arbitragem

Bahia reclama de lances como o primeiro cartão amarelo em Borel e gol anulado de Marco Antônio

O Bahia vai abrir uma representação contra a arbitragem que tocou a partida frente ao Náutico na segunda rodada da Série B. O tricolor venceu a partida por 1x0, mas se sentiu lesado por lances como o gol de Marco Antônio anulado aos 44 do primeiro tempo e o primeiro cartão amarelo dado ao lateral Douglas Borel logo no primeiro minuto de jogo. O CORREIO apurou que a representação será aberta na próxima segunda-feira (18) e só não foi feita antes porque a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) esteve em recesso durante o feriado pascoal.

A principal reclamação do Bahia é em relação ao gol de Marco Antônio, marcado aos 44 do primeiro tempo, quando o time já tinha um jogador a menos em campo. O camisa 7 recebeu a bola na esquerda em posição legal, mas a assistente Leila Naiara Moreira da Cruz (Fifa/DF) levantou a bandeira marcando impedimento, que foi assinalado pelo árbitro Rodrigo Batista Raposo (DF).

A Série B do Campeonato Brasileiro tem o recurso do VAR. A orientação da Fifa para esse tipo de situação é que a arbitragem deixe o jogo correr para verificação do VAR posteriormente.

O Bahia também deve reclamar do primeiro cartão que Rodrigo Batista Raposo deu ao lateral Douglas Borel, logo no primeiro minuto de jogo. Autor do único gol da partida, Borel foi expulso ao marcar porque tirou a camisa na comemoração, levando o segundo amarelo.

Além de Rodrigo Batista Raposo e Leila Naiara Moreira da Cruz, a arbitragem da partida contra o Timbu foi composta pelo auxiliar Lucas Costa Modeste (DF). O quarto árbitro foi Cesar Pereira Leite (PE) e Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ). 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas