Neoenergia Coelba amplia investimentos em 41%

donaldson gomes
27.05.2022, 05:30:00

Neoenergia Coelba amplia investimentos em 41%

Investimentos em energia
A Neoenergia Coelba ampliou em 41% os investimentos no sistema elétrico da Bahia no primeiro trimestre desde ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em sua divulgação de resultados, a companhia apresentou um volume de R$ 698 milhões, direcionados a obras de expansão e manutenção da rede elétrica, além da entrega de novas estruturas como subestações e alimentadores. O montante também representou uma ampliação em seu sistema de smartgrid, com a implantação de novos religadores para a tecnologia de automação.

Qualidade
Nos últimos meses, o índice que afere a duração média de interrupção por clientes (DEC) ficou melhor que o limite regulatório determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), registrando 12,14 horas. O resultado significa que a companhia mantém uma continuidade de 99,8% no fornecimento de energia aos consumidores. Quanto ao índice FEC – Frequência Equivalente de Interrupção por Consumidor, a distribuidora registrou uma redução ainda maior. Com o limite regulatório em 7,35, a empresa alcançou, nos últimos 12 meses, o marco de 4,97. 

Investimentos constantes
Para Luiz Antonio Ciarlini, presidente da Neoenergia Coelba, o resultado positivo nos indicadores é fruto de um investimento constante da empresa em toda a sua estrutura, para fornecer um modelo de energia elétrica  cada vez mais seguro aos baianos. “No primeiro trimestre deste ano elevamos o patamar de investimentos, e assim atenderemos cada vez melhor e contribuiremos diretamente para uma retomada econômica equilibrada na Bahia”, conclui.

A guerra da muçarela
Os representantes da indústria de queijo na Bahia estão preocupados com os efeitos da isenção tarifária para a importação de muçarela de fora do Mercosul. A medida foi aprovada e implementada em março deste ano, pelo Ministério da Economia. Pela Resolução, o queijo passou a integrar a Lista de Exclusão da Tarifa Externa Comum (Letec). De acordo com o Sindileite, a decisão zerou a alíquota de importação de 28,0 % do principal queijo do Brasil, expondo agroindústrias e produtores a concorrentes altamente subsidiados. Somente aqui na Bahia há pelo menos 37 laticínios que produzem muçarela. 

Crescendo com o Mercado
A Pro Home Colchões fechou 2021 com um faturamento 67% maior do que em 2020, desempenho que representa mais do que o dobro da média nacional no setor. Para 2022, a projeção é superar a meta e vender 70% a mais do que no ano passado. Atualmente a marca conta com unidades nos bairros da Graça, Pituba e na Alameda das Espatódeas, em Salvador, além de estar presente no Parque Shopping Bahia, em Lauro de Freitas. Em julho, a empresa lança uma nova loja, no Salvador Shopping. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Colchões (ABICOL), em 2021 o faturamento dos lojistas do ramo aumentou mais do que 30%, em comparação a 2020. 

Expectativa de negócios
A Bravo Caminhões e Ônibus projeta 50 vendas durante sua participação na Bahia Farm Show 2022, de 31 de maio a 04 de junho em Luiz Eduardo Magalhães. Retornando ao modelo presencial depois de dois anos, a expectativa é que a maior feira agrícola do Norte/Nordeste seja um forte propulsor para os negócios em 2022. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas