Neoenergia investe R$ 1,9 bilhão em parque eólico na Bahia e Piaui

bahia
21.09.2019, 06:00:00

Neoenergia investe R$ 1,9 bilhão em parque eólico na Bahia e Piaui

Companhia já dispõe de 516 MW em capacidade instalada de fonte eólica em operação

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Neoenergia, controladora da Coelba e mais três distribuidoras de energia no país, vai construir um parque eólico com 566,5 megawatts de capacidade nos estados da Bahia e do Piauí.  Para a implantação do Complexo Eólico de Oitis, pela Força Eólica do Brasil, está previsto um investimento de R$ 1,9 bilhão. O empreendimento será composto por 12 Parques Eólicos, dos quais dois deles (Oitis 1 e Oitis 8) tiveram 30% de sua energia vendida no Leilão de Geração 003/2019 denominado “A-4” de 2019, em junho deste ano.

Os novos 10 parques do Complexo Oitis (Oitis 2, 3, 4, 5, 6, 7, 9, 10, 21 e 22) terão sua energia destinada à comercialização no mercado livre de energia, com fator de capacidade médio de 50% – que significa que o empreendimento deve produzir em média metade da sua capacidade energética.  

Foi aprovada ainda a contratação de todos os aerogeradores do Complexo junto a fornecedor de primeira linha, bem como a outorga pela Neoenergia de garantias associadas a projetos dessa natureza.

A Neoenergia já dispõe de 516 MW em capacidade instalada de fonte eólica em operação e, adicionando à capacidade dos parques eólicos acima mencionados, passará a ter um total de 1.038 MW em construção.

Com a conclusão da implantação de todos os projetos, o portfólio de ativos em operação de energia eólica totalizará 1,6 GW em 2022, dos quais, 51% de sua energia já foram vendidos via Leilão em Ambiente de Contratação Regulada (ACR), ao passo que 49% estão destinados ao Ambiente de Contratação Livre (ACL).

Este empreendimento está plenamente alinhado com a política de investimentos da Neoenergia, e com sua estratégia de ter um posicionamento na liberalização do mercado de energia brasileiro.​

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas