Novo técnico do Vitória, Wagner Lopes já jogou Copa do Mundo

e.c. vitória
13.08.2021, 07:00:00
Wagner Lopes com a camisa da seleção do Japão (Divulgação)

Novo técnico do Vitória, Wagner Lopes já jogou Copa do Mundo

Ex- jogador, ele consolidou a carreira como atacante fora do país

O novo treinador do Vitória já fez muito sucesso do outro lado do planeta. Na época em que ainda calçava chuteiras, Wagner Lopes construiu quase toda a carreira no Japão. Atacante revelado nas categorias de base do São Paulo, ele se profissionalizou em 1985 e, após dois anos jogando no Brasil, se transferiu para o futebol nipônico. 

Por lá, defendeu sete clubes: Yokohama Marinos, Kashiwa Reysol, Honda, Shonan Bellmare, Nagoya Grampus, FC Tokyo e Avispa Fukuoka, pelo qual aposentou em 2002. Fez tanto sucesso que se naturalizou japonês e defendeu a seleção na Copa do Mundo de 1998, na França, e na Copa América de 1999, no Paraguai  - a nação asiática foi convidada para o torneio sul-americano.

Wagner iniciou como técnico no Paulista, em 2011. Treinou equipes como Goiás, Bragantino, Paraná, Londrina, Criciúma e Vila Nova, último clube, de onde saiu em junho. Aos 52 anos, Wagner Lopes foi anunciado pelo Vitória na noite de quinta-feira (12).

A estreia é domingo (15), às 16h, contra o CRB, no Barradão, em jogo válido pela 18ª rodada da Série B do Brasileiro. Estão programados dois treinos antes da partida. A reapresentação do elenco ocorre nesta sexta-feira (13), às 8h, quando o novo treinador será apresentado ao elenco.

Wagner Lopes assume o Vitória na zona de rebaixamento. Com 14 pontos, o rubro-negro é o 17º colocado. Ele é o terceiro treinador do clube nesta Série B e na temporada. Rodrigo Chagas foi demitido após a 2ª rodada e Ramon Menezes caiu depois da 15ª.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas