Novos voos cancelados da Avianca deixam passageiros na mão em Salvador

salvador
21.05.2019, 17:08:00
Atualizado: 21.05.2019, 21:04:16
(Foto: Almiro Lopes/Arquivo CORREIO)

Novos voos cancelados da Avianca deixam passageiros na mão em Salvador

Destino Salvador/Congonhas é o único operado pela empresa na capital baiana

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quem tinha voo marcado pela Avianca nos últimos dias teve de enfrentar novos cancelamentos. Os três voos da empresa previstos para decolar de Salvador para Congonhas (SP) às 4h30 de sábado (18), domingo (19), e segunda-feira (20) foram cancelados. Somente voos partindo de Salvador, para diversos destinos, entre os dias 20 e 23 de maio foram 85 cancelamentos.

Segundo a Vinci, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Salvador, o motivo dos cancelamentos foi uma greve realizada pela tripulação da Avianca. A paralisação começou na sexta-feira (17) e foi encerrada na segunda.

Alguns passageiros foram realocados para outras companhias aéreas durante essa greve, mas, mesmo assim, a medida não deu conta da demanda.

Depois que entrou em recuperação judicial, em dezembro do ano passado, a Avianca passou a reduzir a quantidade de voos pelo país. A empresa que já foi responsável por mais de 2 milhões de passageiros que circulavam pelo terminal soteropolitano opera hoje com apenas um voo por dia na capital baiana.

Apesar de o serviço ter sido retomado nesta terça-feira (21), alguns dos passageiros que deveriam ter viajado no período da greve ainda tentavam embarcar nesta tarde, o que deixou o aeroporto movimentado.

Procurada, a Avianca ainda não se posicionou sobre o assunto.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas