Número de usuários de televisão pirateada se aproxima de assinantes, diz pesquisa

brasil
24.05.2021, 14:58:09
(Pexels)

Número de usuários de televisão pirateada se aproxima de assinantes, diz pesquisa

Levantamento da Mobile Time mostra que cerca de 33 milhões de pessoas no país acessam TV por assinatura através de boxes, sites, apps e IPTV

A pirataria da televisão segue em amplo crescimento no Brasil, com cerca de 33 milhões de pessoas que acessam TV por assinatura por meios ilegais, como boxes, sites, apps e IPTV. As informações são da última pesquisa da Mobile Time, de março de 2021.

O número já é proximo dos assinantes legais do serviço, cerca de 45 milhões de pessoas, ou 14,5 milhões de pontos. Usuários da pirataria alegam que fazem uso do serviço ilegal por conta dos preços cobrados pelas operadoras, a ausência de qualidade programação e falta de qualidade no supote.

Segundo a coluna do jornalista Ricardo Feltrin no UOL, mais de meio milhão de famílias brasileiras cancelaram seu serviço de TV por assinatura desde dezembro de 2020 até maio deste ano, sendo cerca de 200 mil delas apenas no mês de abril. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas