O momento é bom para financiar um imóvel?

tira-dúvidas finanças
22.02.2021, 05:00:00

O momento é bom para financiar um imóvel?


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O momento é bom para financiar um imóvel? Manuela Gomes
Olá Manuela. O mercado imobiliário aqueceu bastante nos últimos meses contrariando, inclusive, as expectativas de alguns especialistas, tornando-o mais atrativo para quem vende. Por outro lado, isso acende o alerta para quem compra, que deve nesse momento observar cautelosamente as opções de mercado. Um ponto favorável é a taxa de juros, que tem caído bastante. É possível encontrar instituições financiando imóvel com taxas inferiores a 7% ao ano. Vale mais um conselho: a decisão de financiar ou não precisa estar amparada pelo planejamento financeiro do comprador com todas as premissas devidamente estudadas e parametrizadas no fluxo financeiro. Entenda que a compra não implica apenas no pagamento da parcela. Existem outros gastos que envolvem essa decisão, como as taxas e tributos para a transferência e registro do imóvel, possível necessidade de reforma, por exemplo. E voltando a falar das parcelas, estas devem ter uma atenção especial já que fará uma compra de longo prazo e com poucas possibilidades de desistência - todas elas são bem onerosas. Decidir adquirir ou não um imóvel, se houver necessidade de financiamento, é, na verdade,  uma decisão atemporal. Vai depender do planejamento financeiro para esse fim.


Existe alguma chance do governo voltar a autorizar as empresas a reduzirem os salários de seus funcionários? Anônimo
Olá Anônimo. A Medida Provisória 936/20 que autorizava a redução de salário e proporcional redução de carga horária teve seu prazo expirado em dezembro de 2020. A partir de então, as relações de trabalho voltaram ao normal ficando as empresas impedidas de reduzir salário ou suspender contratos. Passado esse momento com a reabertura das atividades econômicas, presumo que seja pouco provável que  a medida possa ser reeditada. Porém,  não dá para afirmar isso categoricamente: vai depender do comportamento da pandemia, da capacidade que teremos de imunizar a população de forma que os índices de contaminação e óbitos reduzam. O importante é que todos continuem se cuidando para sairmos dessa pandemia o mais breve possível.


Tem dúvidas sobre Finanças Pessoais? Mande um e-mail para carteiracorreio@redebahia.com.br
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas