O otimismo está voltando

artigo
20.05.2021, 05:15:00

O otimismo está voltando

Com o início da Fase Amarela, a atividade econômica em Salvador foi mais flexibilizada. O comércio  e alguns segmentos do setor de serviços seguem recuperando,  aos poucos, os níveis de geração de emprego e renda. Prova disso foi o resultado deste Dia das Mães, com vendas que animaram o varejo e o movimento nas lojas, preservando a segurança de todos. Comprovamos que o funcionamento pleno do comércio não afeta os níveis de contágio da pandemia. As empresas formais vêm seguindo à risca os protocolos técnicos e as recomendações das autoridades estaduais e municipais, demonstrando que é possível manter a economia girando mesmo no contexto do coronavírus.  


O comércio formal baiano, principalmente os shoppings, tem dado exemplo no cumprimento das medidas que preservam a vida, ainda que elas representem um custo adicional para as empresas com caixa exaurido e pouco acesso ao crédito. E, embora o processo de retomada e a recuperação do faturamento e dos índices de emprego seja gradual, já se vislumbra uma perspectiva de crescimento sustentado com o avanço da vacinação. Os países que já alcançaram índices de imunização superiores a 60% provam que este é o único meio de a economia retomar integralmente suas potencialidades.


Essa é a meta maior, mas os governos têm de ampliar o prazo de concessão do auxílio emergencial de modo a garantir a sobrevivência das pessoas e, ao mesmo tempo, agilizar os mecanismos de apoio às pequenas e médias empresas. A suspensão de contratos e redução das jornadas dos empregados, com a diferença salarial arcada pelo Governo Federal, são imprescindíveis até que a situação esteja regularizada, assim como as medidas que viabilizam crédito sem burocracia aos micro e pequenos empresários.


Urge que isso seja feito, pois o desemprego já atinge 14 milhões de pessoas e são  as pequenas e médias empresas que lideram a criação de empregos no País, além de responder pela geração da maior parcela do PIB brasileiro. O comércio de bens e serviços retomou as atividades com segurança e com o apoio do poder público. Assim, com o avançar da vacinação em massa, os ventos do otimismo começarão a soprar.


Carlos de Souza Andrade é presidente da Fecomércio-BA

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas