O que aconteceu com os bitcoins?

tira-dúvidas finanças
01.03.2021, 05:00:00

O que aconteceu com os bitcoins?


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Por que ninguém está falando mais sobre bitcoins? O que aconteceu com as criptomoedas, Edísio? Edson Silva

Olá Edson. O mercado de criptomoedas é bem volátil e tem muita gente ainda operando nesse segmento, mas o esfriamento se dá pelo fato de não oferecer mais os mesmos ganhos do passado. Porém,  vale salientar, que ainda se observa bons retornos com o investimento em bitcoin. Lógico que não podemos deixar de considerar os riscos envolvidos. Outro fator que provocou essa redução é a limitação para mineração da moeda. Houve um momento de muita tensão sobre isso. Inclusive, o aparecimento de informações sobre o custo para essa operação e o volume necessário de energia elétrica para minerar as criptomoedas são exemplos disso. Enfim, o mercado de bitcoin e outras moedas ainda continua bem movimentado, porém, com os investidores mais atentos e mais cautelosos com esses tipos de ativo, mas de forma alguma, ele deixou de ser operado.


O Pix gratuito é temporário, ou pode sofrer lá na frente algum tipo de cobrança de taxa pelos bancos? Ailton Pinheiro

Olá Ailton. O Pix foi instituído pelo Banco Central e passou a valer desde novembro do ano passado. Entre as principais características do pagamento instantâneo está a velocidade da transação, ou seja, em até 10 segundos você realiza uma transferência,  24 horas por dia, sete dias por semana e de forma gratuita para pessoa física. Por enquanto, existe uma previsão de cobrança apenas para pessoa jurídica. Acredito que  o Banco Central mantenha a orientação inicial de que não haverá cobrança para pessoa física. Contudo, não dá para dizer que será assim eternamente, mas acredito que no curto prazo não haverá cobrança.


Tem dúvidas sobre Finanças Pessoais? Mande um e-mail para carteiracorreio@redebahia.com.br

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas