O que fazer enquanto espera

kátia borges
26.07.2020, 05:00:00

O que fazer enquanto espera

Mas é preciso economizar papel, poupar as árvores, diz o escritor maldito, observando a chuva cair sobre seus hectares. Reparou como sempre chove nessas sequências de reflexão? Se fosse Verão, caminharíamos numa praia e, ao meu lado, estaria o jovem autor de um best-seller. Talvez, no Outono, surgisse de moletom bege, chamando para uma trilha nas montanhas. Enquanto é possível, acrescentaria, com seu sorriso de Stephen King. Espere a Primavera, Bandini.

Esperar é apertar um botão que o coloca em modo off. Você está tecnicamente desligado, mas nada impede que se coloque outra vez em on. Tudo em você funciona perfeitamente. Não é como o problema que tive com minha máquina de fazer pão, que apagava completamente justo no momento de assar a massa. O oráculo chinês tem um hexagrama inteiramente dedicado à espera, o de número 5. As linhas de mutação o atravessam com mudanças internas, que vão da revolta à contemplação.

O que fazer enquanto espera? Lembro de visitar minha caixa de mensagens no celular e encontrar os desaforos irados de um amigo, que confundiu meu número com o de sua namorada da época. Por alguma razão, ela o havia deixado plantado na porta do cinema em plena noite de sábado. Desconheço as cenas que se seguiram. Talvez algo parecido já tenha acontecido comigo ou, de algum modo, alguém também tenha me deixado plantada e essa expressão diz muito sobre o aparecimento de galhos.

Mas estar plantado não é de todo ruim, e juro que não estou sendo irônica. Outro dia, sim. Outro dia, postei numa rede social a citação da Monja Coen sobre ainda ser possível fazer de 2020 o melhor ano de nossas vidas. Era o anúncio de um curso online e gratuito de Zazen. Ninguém entendeu a ironia da postagem. Alguns me acharam idiota, do tipo good vibes em meio a mais de 80 mil mortes. Outros desfizeram amizade. Uns poucos riram e publicaram emoticons com a expressão de espanto.

Eu havia feito a postagem como ironia, mas hoje já nem acho. O que seria para você o melhor ano de sua vida? Bom, talvez, aí esteja o koan, engenhosamente embutido na frase da Monja Coen, apenas aparentemente absurda. Afinal, a sua existência está travada agora. No mundo inteiro há milhões de vidas perdidas. Como 2020, em apenas poucos meses restantes, poderia ofertar a você algo realmente grandioso e alegre? Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite, como diz a música.

Como explicar o que é um koan? Mesmo os sites de busca apresentam definições complexas. Digo, com o beneplácito da dúvida, que seja um estímulo a pensar fora dos parâmetros da lógica. Um exemplo: qual o som de uma única mão batendo palma? Nem sempre precisa ser um questionamento. Ainda assim, vou dar outro exemplo de pergunta: Como andar reto por uma linha cheia de curvas? Estar plantado tanto pode ser levar um fora como ganhar tempo para observar as coisas, como uma árvore.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas