O Vitória não é favorito na Série B

herbem gramacho
16.05.2019, 08:00:00
Atualizado: 16.05.2019, 16:21:01

O Vitória não é favorito na Série B


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Difícil recordar a última vez em que o Vitória disputou a Série B sem ser um dos favoritos ao acesso, mas talvez tenha sido 2005. Naquele ano, só existiam duas vagas para a Série A, e uma era dada como certa para o Grêmio, que suaria muito mais que o imaginado para confirmar o favoritismo, no episódio épico lembrado como a Batalha dos Aflitos. A outra vaga ficou com o Santa Cruz. O rubro-negro acabou rebaixado.

A partir do ano seguinte, o Campeonato Brasileiro da segunda divisão também adotou o formato de pontos corridos e o acesso se abriu a quatro clubes. O Vitória jogou a competição cinco vezes, incluindo esta: 2007, 2011, 2012, 2015 e 2019. A história mostra que nunca foi fácil. Em 2007 e 2012, o Leão subiu em quarto lugar. Em 2015, em terceiro. Em 2011, terminou em quinto e não subiu.

O cenário em 2019 é mais preocupante porque envolve crise financeira e técnica. Nos outros rebaixamentos da década, o Vitória tinha suporte em pelo menos uma das duas frentes. Hoje, a limitação chega ao nível mais elementar, relacionada a pagamento de salários de atletas e funcionários. Para efeito de comparação, no início da década o clube chegava a quitar antes do dia 30 as obrigações com vencimento no quinto dia útil do mês seguinte. 

Em tempo: a folha salarial no momento está em dia, mas tem sofrido atrasos desde o ano passado e, segundo constatações dos dois presidentes do clube em 2019 (o ex, Ricardo David, e o atual, Paulo Carneiro), a dificuldade financeira será uma constante até dezembro.

A falta de grana é sentida diretamente por quem vivencia o clube internamente, como dirigente, atleta ou funcionário do quadro operacional, e só costuma extrapolar os limites do centro de treinamento quando o copo transborda. Por enquanto, o Vitória vai segurando as pontas.

Já a falência técnica é diferente. Ela é vista jogo após jogo, seja pelo torcedor que assiste a todas as partidas ou pelo esporádico, que se desempolga na má fase. É cruel até no momento mais esperado por boa parte da torcida: o do anúncio da contratação de um jogador. Quem? Virou a pergunta padrão.

Dos nove jogadores contratados até agora pelo clube na gestão de Paulo Carneiro, só o centroavante Anselmo Ramon tem currículo considerável na Série A (de 2011 a 2013 no Cruzeiro). Ainda assim, a última boa temporada dele foi em 2016, na China. Aos 30 anos, chega como um jogador em busca de recuperar o espaço que perdeu ao longo da carreira.

Os demais reforços estão numa etapa anterior, na tentativa de se consolidar no mercado nacional. É o caso de Van, Dedé, Gabriel Bispo, Romisson, Marciel, Matheus Manga, Ítalo e Marcelo. Todos são apostas, e a maioria jamais jogou num clube de grande porte. O problema é que, no time atual, toda aposta apresentada é aguardada como salvador da pátria. Não é. Longe disso.

No papel, a Série B 2019 é um campeonato sem nenhum time do Sudeste de “camisa pesada”, o que teoricamente pode facilitar a vida do Leão. Por tradição, Vitória, Sport e Coritiba seriam favoritos. Por realidade, o Vitória não é. O time baiano tem um elenco de coadjuvantes e vive, enquanto clube, um momento de tentativa de reorganização. Mas muita água ainda vai rolar.

*Herbem Gramacho é editor do Esporte e escreve às quintas-feiras

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/youtuber-compra-mansao-de-r-65-milhoes-apenas-para-gravar-videos/
Camila Loures disse que seguirá morando em sua antiga residência
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/daniela-faz-live-nesta-sexta-feira-29-com-transmissao-no-multishow/
Apresentação da cantora será em casa e terá clássicos como O Canto da Cidade, além de canções novas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/na-frente-do-stf-bolsonarista-sara-winter-xinga-moraes-e-ameaca-persegui-lo-assista/
Alvo de operação da PF contra rede de fake news, ativista convocou manifestantes para acampar na frente da casa de ministro do Supremo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/duster-2021-veja-tudo-que-mudou-no-suv-da-renault/
Jornalista automotivo testou o modelo e apresenta suas impressões
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/novelas-classicas-chegam-ao-globoplay-e-a-favorita-e-a-primeira/
'Laços de Família', 'Vale Tudo' e 'Tieta' estão entre as próximas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-parte-1-dia-de-tradicao-antecipada-teve-licor-e-forro-em-familia-em-salvador/
Para aliviar tensão da pandemia, muita gente recorreu ao humor e, claro, ao rango típico nessa segunda-feira atípica
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anitta-x-leo-dias-entenda-o-conflito-entre-a-cantora-e-o-jornalista/
Cantora afirmou que era ameaçada e chantageada há alguns anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-dicas-para-se-dar-bem-nas-selecoes-de-emprego-pela-internet/
Especialistas selecionam uma série de orientações importantes para fazer bonito nas entrevistas
Ler Mais