ONG oferece curso gratuito de audiovisual para jovens negros em Salvador

bahia
19.12.2021, 10:38:00
Iniciativa é voltada para o empreendedorismo negro (Foto: divulgação )

ONG oferece curso gratuito de audiovisual para jovens negros em Salvador

É preciso estar matriculado na rede pública e ser beneficiário de programa social; haverá turma também em Macururé, no Vale do São Francisco

Jovens negros e negras, entre 15 e 29 anos, matriculados na rede pública de ensino e beneficiários de programas de assistência social do Governo Federal poderão fazer um curso de audiovisual gratuitamente. A inciativa da Organização Não-Governamental Raso da Catarina é voltada para o empreendedorismo, acontecerá em Salvador e Macururé, no Vale do São Francisco, e as inscrições estão abertas até 30 de dezembro.

Serão duas turmas, uma em cada município, com 15 estudantes cada. A formação foi batizada de A ilha e terá carga horária de 94 horas. Durante o curso, que será realizado de modo presencial, os jovens terão aulas de produção, roteiro, direção, operação de câmera, edição, confecção de vídeos, além de uma palestra especial sobre a condição do negro dentro da sociedade.

Os alunos produzirão vídeos promocionais, com foco em empreendedorismo negro, além de cards de divulgação para redes sociais que serão doados para empreendedores negros e negras que tenham negócios com sede na Bahia.

Para solicitar o formulário de inscrição, os interessados devem encaminhar e-mail para ongrasodacatarina@gmail.com. Podem participar do curso jovens negros e negras com idades entre 15 e 29 anos, regularmente matriculados na rede pública de ensino, residentes em Salvador ou Macururé. Outro pré-requisito é que os participantes sejam beneficiários de projetos de assistência social do Governo Federal.

Em Salvador, as aulas vão ocorrer de 3 de janeiro a 18 de fevereiro de 2022, na Rua das Laranjeiras, 16, 1º Andar, no Pelourinho. Em Macururé, as atividades serão realizadas entre os dias 7 de março e 23 de abril, na Escola Municipal Navarro de Brito, localizada no Centro da cidade.

O projeto é fruto da parceria entre a ONG Raso da Catarina e a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia (Sepromi), através do Edital Bahia Década Afrodescendente – Edição 2021.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas