Operação da PF combate tráfico internacional de drogas no Porto de Salvador

salvador
05.07.2022, 16:37:00
(Foto: Divulgação/PF)

Operação da PF combate tráfico internacional de drogas no Porto de Salvador

Empresário dono de empresa exportadora foi preso em Juazeiro

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (05), a Operação Laranja de Fachada, que investiga Organização Criminosa envolvida no tráfico internacional de drogas, através do modal marítimo, com utilização de contêineres armazenados no Porto de Salvador, e que teria como destino portos da Europa.

No dia 7 de setembro de 2020, foi apreendido, no Porto de Salvador, o total de 350 quilos de cocaína que teria como destino o Porto de Portugal, em operação conjunta da Polícia Federal e Receita Federal. Durante as diligências foi identificado que o proprietário da empresa exportadora, localizada em Juazeiro, no norte da Bahia, estava envolvido.

O entorpecente foi colocado dentro de um contêiner que transportaria uma carga de laranja, sendo que boa parte já estava estragada, tendo como objetivo dessa forma utilizar o contêiner apenas para transporte do entorpecente. Além da prisão do proprietário da empresa exportadora, foi dado cumprimento ainda a um mandado de prisão em desfavor de um estrangeiro de Moçambique que tinha como função na organização criminosa resolver os assuntos referentes ao envio de drogas pelo modal marítimo, via contêineres refrigerados, normalmente contaminados em meio a cargas de frutas.

O moçambicano já estava preso após a deflagração de outra operação da Polícia Federal que apurou tráfico internacional de entorpecentes com utilização do mesmo modo de atuação. Policiais Federais cumprem ainda dois mandados de prisão preventiva e um de Busca e Apreensão em Lages (SC) e Natal (RN). Os envolvidos responderão pelos crimes de tráfico internacional de entorpecentes.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas