Operação Safra terá uso de aplicativo para acionamento da polícia

bahia
23.09.2021, 16:44:00
Atualizado: 23.09.2021, 16:44:57
(Divulgação SSP)

Operação Safra terá uso de aplicativo para acionamento da polícia

A novidade foi anunciada durante o lançamento da operação, na cidade de Barreiras, no Oeste

A Polícia Militar lançou, na manhã desta quinta-feira (23), um aplicativo que mapeia as principais rotas, propriedades rurais, áreas sensíveis e com disponibilidade de um botão para acionamento rápido, durante a solenidade que deu início à Operação Safra.


O aplicativo leva o mesmo nome da operação e foi anunciado durante solenidade realizada na Base Avançada (Bavan) do Grupamento Aéreo (Graer) da PM, em Barreiras. A operação seguirá até março de 2022 com ampliação do policiamento em áreas produtivas, controle fitosanitário e de trânsito de produtos agrícolas.


A tecnologia foi disponibilizada pela Aiba para produtores, agricultores e para a polícia. Através dela, viaturas poderão ser acionadas e também realizada a comunicação de crimes e o compartilhamento de informações com a polícia. A iniciativa tem a parceria da Secretaria da Segurança Pública com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e com a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).


Desde o lançamento, a Operação Safra realizou a prisão de 170 criminosos em flagrante, apreendeu cerca de 200 armas e mais de 20 cargas foram recuperadas. Coordenada pelo Comando de Policiamento da Região Oeste, a ação conta com profissionais de unidades especializadas e ostensivas da PM, dentre elas o Graer, a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cerrado, a Rondesp Oeste e as Companhias Independentes e de Policiamento Rodoviário. 


Serão empregados aproximadamente R$ 825 mil na ampliação do serviço em 12 cidades, dentre elas Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Formosa do Rio Preto, São Desidério, Correntina, Santa Maria da Vitória, Baianópolis, Cocos, Jaborandi, Angical, Riachão das Neves e Santa Rita de Cássia.


O secretário da Segurança Pública, Ricardo César Mandarino, explicou que a iniciativa beneficiará, durante os setes meses de execução, mais de 180 mil pessoas. "Com o apoio da Aiba e Adab conseguimos ampliar as ações e levar mais segurança e tranquilidade para a região Oeste", contou o gestor, que também reforçou  a importância  do agronegócio para o estado, principalmente, na geração de empregos.


Também participaram da cerimônia o subsecretário da SSP, Hélio Jorge Paião, e o comandante-geral da PM, coronel Paulo Coutinho, além de dirigentes da Aiba e autoridades civis e militares locais.

(Divulgação SSP)
(Divulgação SSP)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas