Pacheco anuncia prorrogação da CPI da Covid por 90 dias

brasil
14.07.2021, 22:57:02
Atualizado: 14.07.2021, 23:17:14
(Waldemir Barreto/Agencia Senado)

Pacheco anuncia prorrogação da CPI da Covid por 90 dias

Comissão poderá funcionar por mais 90 dias, contados a partir de 7 de agosto. Data limite passa a ser 5 de novembro

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), anunciou a prorrogação do prazo de funcionamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. A comissão poderá funcionar por mais 90 dias, contados a partir de 7 de agosto. Com isso, a CPI pode funcionar até 5 de novembro, mas pode ser concluída antes.

O requerimento foi apresentado pelo vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e continha as assinaturas necessárias para que fosse acatado. Nas redes sociais, Randolfe destacou a prorrogação.


A CPI foi instalada em 27 de abril. O prazo final de funcionamento era 7 de agosto (em caso de haver recesso parlamentar) ou 25 de julho (sem recesso).

A prorrogação da CPI era defendida pela maioria dos senadores da CPI da Covid, especialmente a cúpula, que quer mais tempo para analisar documentos e colher depoimentos de testemunhas e de investigados. Parlamentares governistas eram contrários ao prolongamento e alegam que a CPI tem o objetivo de desgastar a imagem do presidente Jair Bolsonaro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas