Pandemia incentiva empresas a acelerarem investimentos em sistemas de segurança integrada

especiais patrocinados
19.11.2020, 06:00:00
Atualizado: 19.11.2020, 12:03:37
Estrutura da Segurpro (Fotos: divulgação)
Estúdio Correio -

Pandemia incentiva empresas a acelerarem investimentos em sistemas de segurança integrada

Equipamentos de alta tecnologia reduzem custos e tempo de resposta na rotina de segurança

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Desde o início da pandemia de Covid 19, a tecnologia tem se tornado uma forte aliada na prestação dos mais variados serviços essenciais. No setor de segurança, a preocupação com a saúde e o bem-estar dos clientes e colaboradores fez com que empresas acelerassem os investimentos em sistemas cada vez mais avançados tecnologicamente, introduzindo rapidamente as corporações em uma nova era de monitoramento informatizado.

Na Bahia, um claro exemplo desta tendência é a Neoenergia, grupo que controla a Coelba. Em meio à transição que atualmente o mercado de energia atravessa, a digitalização ganha corpo, exigindo das empresas investimento elevado, e redobrando a atenção junto a ativos como subestações e usinas.  

Entre 2020 e 2021, o grupo Neoenergia, em parceria com a SegurPro implantará em mais de 70 instalações da companhia sistemas de alta tecnologia, utilizando câmeras distribuídas e conectadas a uma central, além da possibilidade de disponibilizar e gravar as imagens obtidas. Na lista de ferramentas de segurança eletrônica estão circuitos fechados de TV com sistemas analíticos de vídeo; controle remoto de acesso; Interfonia e Megafonia; e Sistemas de Gestão Genetec.

O moderno sistema substituirá todas as câmeras analógicas por equipamentos IP de alta definição. Esses recursos são gerenciados por um sistema que é capaz de identificar, por exemplo, se um indivíduo esteve ou não no local, por meio de uma foto cadastrada. A plataforma conta ainda com um gerenciador de imagem que pode compilar um vídeo de horas em alguns minutos. 

De acordo com o diretor do grupo Neoenergia, Manuel Martinez Rodriguez, a aplicação da tecnologia tornou possível otimizar o tempo ao utilizar, em uma única plataforma, toda a gestão do monitoramento.

“A inclusão de tecnologia vem para trazer qualidade e agilidade ao processo de segurança e minimizará o tempo de atuação dos recursos, com a centralização da gestão de segurança eletrônica. Além disso, minimizará a necessidade de deslocamentos em inspeções, reduzindo o tempo de pronta resposta e custos com deslocamentos”, explica. “Antes, nossas instalações utilizavam, em sua maioria, apenas vigilância humana. As que possuíam algum tipo de tecnologia, eram obsoletas e suas gestões eram descentralizadas”. Manuel Martinez - Diretor do Grupo Neoenergia

Com uma equipe altamente capacitada, a SegurPro busca desenhar, implantar e operar soluções integradas de segurança, para atender as mais diversas necessidades de segurança para o setor de Energia, desde a fase de construção ao monitoramento de torres de energia, subestações, sites remotos e prédios administrativos. “A SegurPro tem crescido no setor de energia graças ao modelo Integra, onde agregamos tecnologia para proteção perimetral, vídeos analíticos, controles de acesso, reconhecimento facial, soluções IoT e Inteligência artificial, tudo gerenciado através de nosso Centro de Controle”, aponta Fábio

Fábio diz ainda que os benefícios da aplicação do modelo Integra tem permitido a redução em ocorrências como roubo de cabos e equipamentos, o que reflete na diminuição dos problemas de interrupção no fornecimento de energia aos consumidores finais.

Centro de Controle SegurPro
Dentro do pool de soluções oferecidas pela SegurPro ao mercado, encontramos ainda o Integra, uma solução completa formulada sob medida para cada cliente, que busca atender as necessidades específicas da empresa, utilizando da mais alta tecnologia existente no mercado com as melhores e mais capacitadas equipes do setor. O sistema oferece funcionalidades como controles de acesso, segurança perimetral, proteção contra incêndios, cibersegurança, vigilância presencial, remota e móvel, além de drones e soluções safety – pensadas para a segurança e bem estar físico dos funcionários e clientes, e tudo isso pode ser gerenciado à distância a partir do Centro de Controle da empresa em São Paulo, o maior do setor da América Latina.

https://correio-cdn1.cworks.cloud/fileadmin/_processed_/a/f/csm_estrutura_segurpro-32_2d36d61b9f.jpg

SPIA

O Centro de Controle SegurPro conta ainda com potentes sistemas gerenciadores de imagem que podem compilar um vídeo de horas em alguns minutos. “Além de mais eficaz, pois estes sistemas tornam a gestão muito mais rápida, a aplicação de tecnologia no dia a dia torna a operação muito mais segura e menos suscetível a falhas”, afirma o diretor de negócios da SegurPro, Fábio Reus. 

Dados de consultorias especializadas revelam que a tendência é que o mercado de monitoramento remoto continue crescendo em ritmo acelerado. Um estudo divulgado pela empresa de pesquisa MarketsandMarkets estima que até 2021, o mercado de reconhecimento de imagem chegue a R$ 38,92 bilhões de dólares. 

Sistemas para ambientes Covid Free
A pandemia trouxe ainda uma nova necessidade e demanda por câmeras de imagem termográfica integradas ao sistema de segurança, que permitem monitorar a temperatura corporal em tempo real; sistemas de controle de acesso por meio de leitores biométricos 3D, reconhecimento facial e até de íris para evitar o contato com os equipamentos; além de inteligência artificial capaz de reconhecer o uso de máscaras faciais ou a aglomeração de pessoas que não respeitam a distância social. Um verdadeiro arsenal dedicado à criação dos chamados “espaços CovidFree”.

“Estamos vivendo um tempo de disrupção em todo o mundo. Acreditamos que empresas de diferentes setores como bancos, comércio, escolas e indústrias estão se preparando para as novas necessidades impostas pelo COVID-19. Por este motivo seguimos investindo e apostando em inovação e alta tecnologia para esse “novo mundo”. Investimos cerca de R$5 milhões de reais no nosso novo CGO que abriga o maior Centro de Controle de Segurança da América Latina, e hoje é o ponto focal de atendimento a nossos clientes que precisam promover espaços CovidFree. Seguimos pensando na eficácia e atentos ao mercado de segurança no país”   Fábio Reus - diretor de negócios da SegurPro.

Para Fábio, as câmeras com tecnologias como softwares de reconhecimento facial, que hoje auxiliam na contenção da pandemia ao identificar o uso de máscaras, em um futuro muito mais próximo do que imaginamos, estarão presentes na rotina da população, em todos os lugares. 

https://correio-cdn2.cworks.cloud/fileadmin/_processed_/5/7/csm_CGO_22e66cf960.jpg

Centro de Controle da empresa em São Paulo, maior do setor da América Latina  


O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas