Parque dos Ventos: atividades esportivas tomam conta de novo espaço na Boca do Rio

entre
06.03.2020, 21:07:00
(Divulgação Valter Pontes/ Secom PMS)

Parque dos Ventos: atividades esportivas tomam conta de novo espaço na Boca do Rio

Inauguração pela prefeitura foi nessa sexta-feira (6); investimento chegou a R$ 10 milhões

Um espaço para lazer e esportes radicais. O Parque dos Ventos, na orla da Boca do Rio, foi inaugurado nessa sexta-feira (6) e promete se tornar o novo queridinho daqueles que frequentam a região. Foi instalado na área do antigo Aeroclube, ao lado do novo Centro de Convenções, e tem 85 mil metros quadrados (o equivalente a 12 campos de futebol). Estiveram presentes na inauguração o prefeito ACM Neto, o vice-prefeito Bruno Reis, além de outras autoridades.

“Mais um parque que valoriza a nossa cidade, um novo espaço de lazer para os moradores de Salvador, que valoriza a nossa natureza. Salvador continua reencontrando o espaço público e as pessoas conseguem aproveitar de maneira plena a sua cidade”, comentou o prefeito.

Com diversas possibilidades de uso, Neto chamou atenção para o objetivo principal do espaço. “Vamos abrir a possibilidade para eventos que queiram ocupar esse espaço, mas sempre dando prioridade para os esportes radicais, já que esse parque foi concebido pra isso”, destacou. 

A inauguração contou com apresentações musicais como as Ganhadeiras de Itapuã, cuja história venceu o Carnaval carioca. “Tendo voltado com essa vitória, tenho certeza que mais outras oportunidades vão aparecer. O que é uma honra. Mostar que levamos a cultura a sério, preservando as tradições”, comentou Teresa Conceição, 68 anos, ganhadeira há 15. Teresa, que também é baiana de acarajé, contou um pouco da história campeã:

“Ganhadeiras são mulheres guerreiras, empoderadas, que vivem do ganho. Que antigamente iam lavar roupa na beira da lagoa do Abaeté”, recorda. “Sabia que ganharíamos no Rio, afinal somos ganhadeiras e a Bahia tem o axé”, disse.

Além das Ganhadeiras, a festa contou, ainda, com o maestro Letieres Leite e com a participação das cantoras Aiace e Larissa Luz.

Para todos 
Já na inauguração, atividades esportivas tomaram conta do espaço. Futevôlei, basquete, skate, escalada, rapel e minicircuitos de bike chamaram a atenção de quem passou pelo local. 

A engenheira civil Eline Maria, 42, foi com o filho de 9 anos aproveitar a nova estrutura. “O Parque da Cidade era o que chegava mais perto disso aqui. Mas aqui tem muito mais opções pra criança se divertir. A gente mora na Pituba e veio de bike até aqui. Ele ainda tem muita energia pra gastar”, contou a mãe, enquanto observava o pequeno brincar numa estrutura de camas elásticas feita especialmente para crianças.

(Divulgação Valter Pontes/ Secom PMS)
(Divulgação Valter Pontes/ Secom PMS)
(Divulgação Valter Pontes/ Secom PMS)

Além dos esportes, os pequenos tiveram a animação do Tio Paulinho e do grupo Fit Dance Kids. 

Múltiplas opções 
Antes mesmo da abertura oficial, os equipamentos esportivos do parque já estavam cheios. O skatista Davi Eric, 17 anos, já estava utilizando as barras especiais para o esporte. “Aqui tem muito mais possibilidade de treinamento. Dá pra evoluir muito mais agora. Treinar novas manobras. Salvador tava precisando”, diz o adolescente que pratica o esporte há dois anos. 

Outra área que fez sucesso foi a quadra destinada ao basquete. “O normal é sempre a gente encontrar espaços pra o futebol. Quem gosta de outros esportes acaba ficando limitado. Eu agora venho aqui todo final de semana”, adianta o estudante Lucas Rino, 22, amante do basquete. 

Equipamento  
Com investimento de R$ 10 milhões e projeto da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), o Parque dos Ventos foi construído pela Prefeitura. Pensado para funcionar como um centro esportivo voltado tanto para atletas profissionais quanto amadores, tem como um dos seus destaques uma estrutura de dez metros de altura para atividades de rapel e escalada.

O parque conta, ainda, com pista de skate street, cuja composição simula obstáculos de rua como escadarias, rampas e corrimões; ciclovia de três quilômetros; uma pump track – pista ciclística de circuito contínuo, com lombadas, morros de terra arredondados e curvas levemente inclinadas; e um local destinado exclusivamente à prática do parkour.

O equipamento também conta com parque infantil - inclusive com brinquedos adaptados para pessoas com deficiência -, área para basquete, quadra de vôlei e outros equipamentos esportivos. No parque, um anfiteatro com capacidade entre 100 e 150 pessoas, e áreas de convivência como quatro pequenos morros ligados por pontes de madeira, escorregadeiras naturais, quiosques, sanitários e passeio para realização de caminhada e para uso de patins.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas