Patrick comemora triunfo do Bahia, mas pede foco no Independiente

e.c. bahia
13.05.2021, 23:12:00
Atualizado: 13.05.2021, 23:12:16
Patrick em lance do jogo do Bahia contra o Guabirá (Bruno Queiroz/EC Bahia)

Patrick comemora triunfo do Bahia, mas pede foco no Independiente

Esquadrão encara time argentino na terça-feira (18), às 19h15, fora de casa

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia derrotou o Guabirá por 1x0 nesta quinta-feira (13), pela Copa Sul-Americana. O único gol da partida, disputada no estádio Gilberto Parada, em Montero, na Bolívia, foi marcado por Gilberto. Com o resultado, o tricolor assumiu a liderança do Grupo B, com oito pontos. 

O Esquadrão, porém, teve dificuldades diante do rival, e demorou para se achar no duelo. O placar magro foi um cenário diferente do primeiro encontro, em Pituaçu, quando o Bahia goleou o Guabirá por 5x0. Mas, para o volante Patrick, apesar do time não ter feito uma bela exibição na Bolívia, cumpriu a missão: venceu fora de casa e agora ocupa o primeiro lugar da chave.

"Não diria que nosso jogo foi tão ruim assim. Acho que a gente soube lidar com a dificuldade do campo e do adversário. A gente sabia que não ia ser um jogo fácil. No outro jogo, a gente conseguiu fazer um grande resultado, mas não foi fácil, a gente tornou ele fácil. Sabíamos que seria mais uma guerra hoje, mas conseguimos sair com os três pontos", falou Patrick.

Com o resultado, o Esquadrão chegou aos oito pontos, mesma quantidade do Independiente. Mas o time brasileiro ultrapassou o time argentino por ter melhor saldo de gol (6x4). Vale lembrar que apenas o líder avança para as oitavas de final. 

O Rei de Copas, aliás, será o próximo oponente do Bahia na competição. O duelo será na terça-feira (18), às 19h15, no estádio Libertadores de América, em Avellaneda. O Independiente tem os mesmos oito pontos do tricolor, mas aparece atrás pelo menor saldo de gols (6x4). Patrick pediu foco diante do rival e do adversário seguinte, o Montevideo City Torque.

"A gente sabia da importância desse jogo. Ele não é mais importante que os outros dois, a gente sabe que serão muito complicados, os três times têm chance de classificar. Então a gente tem que entrar determinado para conseguir o triunfo nas duas partidas", falou Patrick.

Segundo o volante, contra o Guabirá, houve o desgaste físico dos jogadores, com muitos jogos decisivos no calendário. Incluindo a conquista do tetra da Copa do Nordeste, no último fim de semana. Mas Patrick também falou da dificuldade em se adaptar ao gramado do Gilberto Parada

"Sim, acho que alguns jogadores estavam um pouco desgastados. Mas também há a dificuldade um pouquinho do campo, a gente demorou para se adaptar no primeiro tempo. No segundo, a gente entrou para batalhar mais pelas bolas. Acho que a qualidade do nosso time foi um pouco superior no segundo tempo e a gente conseguiu fazer o gol e sair com o triunfo", concluiu.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas