Paula derrota Alan e é campeã do BBB19 com 61% dos votos

variedades
12.04.2019, 23:48:00
Atualizado: 12.04.2019, 23:58:36
(Foto: Divulgação)

Paula derrota Alan e é campeã do BBB19 com 61% dos votos

Ela confirmou favoritismo diante do surfista catarinense, apesar de polêmicas

A mineira Paula Sperling, 28 anos, é a grande campeã do BBB19, depois de derrotar nesta sexta-feira (12) o catarinense Alan. Paula foi uma das personagens principais dessa edição do reality show, mesmo envolvida em polêmicas e acusações de racismo e intolerância religiosa. Ela foi cinco vezes ao paredão, resistindo a todas as berlindas até chegar à grande final. Com a vitória, Paula fatura R$ 1,5 milhão. Alan, em segundo, fica com R$ 150 mil. O terceiro lugar acabou com a baiana Carol Peixinho, que mesmo eliminada ontem garantiu R$ 50 mil.

O programa final teve show de Ivete Sangalo do lado de fora e presença de todos os brothers eliminados - inclusive os expulsos Vanderson e Hariany - ele saiu no início do programa para ser ouvido pela polícia por acusações de agressão e violência sexual fora da casa. Hariany foi expulsa ontem, depois de brigar com Paula na última festa da edição e empurrar a colega no chão. 

Na sua fala, Tiago Leifert enalteceu Paula. "Vence o BBB19 hoje a pessoa que teve a audácia de ser imperfeita, que teve a ousadia de ser real em 2019", afirmou o apresentador, depois de dizer que é "impossível" se esconder no reality.

A bacharel em direito é acusada de declarações racistas e já é alvo de uma investigação na Polícia Civil por intolerância religiosa. Durante o programa, ela afirmou que tinha medo de colocar Rodrigo França no paredão "porque ele mexe, com esses treco, de Oxum deles lá". Rodrigo e outra participante, Gabriela, se juntaram para ir às autoridades contra essa e outras falas de Paula (veja mais abaixo).

Apesar das acusações, Paula desde o início do programa despontou como uma das preferidas do público. Muitos enxergavam nela uma pessoa carismática, que fala o que pensa e é sincera. Sua característica voz estridente também foi perdoada pelos telespectadores. Isolada, ela fez de cara uma dupla com a colega Hariany que durou até o melancólico fim. As duas se apoiavam em outros participantes a depender da configuração do jogo na semana e depois se aliaram a Carol Peixinho. Dentro da casa, ligada, sempre construiu seu jogo com inteligência e jamais poderá ser acusada de ser coadjuvante. Muito do BBB19 girou em torno de Paula.

Dentro da casa, Paula e Alan nunca fizeram parte do mesmo grupo. Mesmo assim, os dois afirmaram que ficavam felizes de estarem juntos na final. "Foi super bem hoje. Quando votei nela foi porque ela foi forte. Independente do resultado, tô feliz de estar com ela", afirmou o surfista. Paula lembrou: "Sabia que nós dois entramos juntos na casa?".

Mais cedo, hoje, os dois finalistas lembraram das trajetórias na casa. Muitas vezes chamado de "planta", Alan reconheceu que "foi indo" e engatou na reta final, garantindo sua vaguinha depois de ganhar duas lideranças seguidas. "E eu? Nossa! Fui indo, fui indo, fui levando, não fui ao Paredão, quando eu vi 'Oh, tô na Final'. Sério! Foi isso. Quando eu via 'Me livrei de mais um', 'Me livrei de novo', 'Opa, ganhei liderança agora', Ganhei outra'. Não deu para entender", disse. Paula não poupou: "Você só não foi no Paredão porque você era o apêndice". Alan concordou e riu. Mais discreto e calado, ele teve um romance com Hana no início do programa e depois não apareceu muito - ficou no quase com Carol, de quem se aproximou após a saída da youtuber vegana.

No programa final, Leifert defendeu os dois. "Você é um cara muito legal, muito do bem. Você foi figurante do jogo até você tomar coragem. Mas você não é mais. Você chega à final como um protagonista que venceu as últimas duas provas do do líder e foi para cima na hora certa", afirmou para Alan. E para Paula: "Você foi muito importante para esse jogo, você não foi figurante, você foi uma figura intrigante. você é protagonista também, desde o início do jogo".

Acusação de racismo e intolerância
Com o caso contra Paula por intolerância na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), houve questionamento se a sister deixaria o BBB para ser ouvida, como aconteceu com outro participante, Vanderson, alvo de investigação após ser acusado de violência sexual. Mas a Globo afirmou que a própria polícia preferiu ouvir Paula quando ela deixasse o reality. Na época, em março, a emissora foi acusada de favorecer a candidata, já que também não exibiu todas as declarações de Paula que caíram nas redes sociais e causaram polêmica.

Em uma das cenas que foi exibida, Paula dá a entender que piadas tipo "loira burra" são um tipo de racismo. "Vamos supor. Alguém faz um ato de racismo contra um negro. Fala assim: 'Você é um neguinho não sei o quê'. Mas e se chega numa loira e fala: 'Essa é uma loira burra e tal'. Começa a denegrir a pessoa por ser loira". Na ocasião, Gabriela afirmou que não era racismo e a loira acabou concordando. 

Paula também afirmou ser contra cota para negros nas universidades por considerar racismo estatal. Ela ainda se referiu a cabelo cacheado como "cabelo ruim" em outra ocasião e Gabriela rebateu: "Ruim é preconceito". Ela ainda foi criticada ao falar de uma amiga que foi esfaqueada pelo ex-namorado, dizendo que pensava que o criminoso era um "faveladão" e ao conhecer viu que era "um cara branquinho, que morou na Austrália ou no Canadá".


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-de-clipe-de-anitta-e-morto-no-rio-estarrecida/
Segundo moradores, ele foi assassinado por vingança após uma briga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/aluno-da-ufrb-e-acusado-de-racismo-por-recusar-prova-de-docente-negra/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morre-marie-fredriksson-vocalista-da-roxette/
Ela foi diagnosticada em 2002 com um tumor no cérebro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/harmonia-recebe-ludmilla-e-ferrugem-em-gravacao-de-dvd-no-wetn-wild/
Gravação acontece na estreia d'A Melhor Segunda Feira do Mundo, no dia 6 de janeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-juice-wrld-morre-aos-21-anos-nos-estados-unidos/
Ele sofreu convulsão no aeroporto; artistas lamentam
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fotografa-faz-ensaios-para-negros-a-preco-acessivel-no-reconcavo/
Ellen Katarine também é trancista, dreadmaker e estudante de História na UFRB
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thiaguinho-chora-ao-cantar-musica-que-escreveu-para-fernanda-souza-veja/
Cantor começou a se emocionar durante a canção 'Deixa Tudo Como Está'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-morre-e-outras-duas-pessoas-ficam-feridas-em-ataque-de-faccao/
Três homens e uma mulher em um carro atiraram contra moradores em São João do Cabrito
Ler Mais