Performance Mulheres do Àse homenageia 70 Anos da Ufba

Teatro e Dança
08.02.2017, 06:10:00
Atualizado: 09.02.2017, 20:01:14

Performance Mulheres do Àse homenageia 70 Anos da Ufba

Espetáculo tem nova temporada no Teatro Martim Gonçalves essa semana, com entrada franca

Criação e recriação da vida, entrelaçando fé, acolhimento e o asé das mulheres. Essa é a proposta do espetáculo Mulheres do Àse - Performance Ritual, que chega a sua nova temporada em comemoração aos 60 anos da Escola de Dança e 70 anos da UFBA, no Teatro Martim Gonçalves, localizado na Escola de Dança, nos dias 9 e 10 de fevereiro, às 20h, e 11 e 12 de fevereiro, às 19h. A entrada é franca.

A performance da vida das mulheres que atuam nas matrizes das religiões africanas são símbolos de resistência, crença, fé, e àse, tanto no passado, no presente e no futuro. Foi por meio da fé ao Orixá, Inquice, Vodum e Caboclo que essas mulheres tiveram a capacidade de se reinventar e se afirmar. O espetáculo busca expressar a luta, a resistência e os sentimentos dessas mulheres. Essa celebração caracteriza-se por rituais, dentro do universo holístico, em que tudo gira em torno do cosmo que é o sentido do àse.

(Foto: Divulgação)


Com direção geral, concepção e roteirização cênica de Edileusa Santos e direção musical de Luciano Salvador Bahia, Gil Santiago e Alexandre Espinheira, a performance ainda conta com depoimentos em vídeo de Mãe Stella de Oxóssi, Ebomi Nice de Yansã, Ebomi Vanda Machado, Makota Valdina, Ya Dagan Dinah, Mãe Beata de Iemonjá-iie Omiojuaro e as Irmãs da Irmandade da Boa Morte.


Serviço

MULHERES DO ÀSE – PERFORMACE RITUAL

9 e 10 de Fevereiro – 20 hs

11 e 12 de Fevereiro - 19hs

Local: Teatro Martim Gonçalves, Escola de Teatro da UFBA – Canela

Entrada Franca

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas